Destaque »

AIA e Postos Alpa lançam Parceria Solidária em prol da Quimioterapia da Santa Casa

12 de novembro de 2019 – 11:24 |

 
A Associação da Imprensa Araxaense (AIA) e a rede de Postos Alpa estão realizando uma Parceria Solidária. A campanha vai beneficiar o Centro de Quimioterapia São Francisco de Assis, que funciona na Santa Casa …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Esporte

Avancini no auge, tenta manter hegemonia em Araxá

Uma das grandes atrações da Copa Internacional, o ciclista carioca Henrique Avancini, é um velho conhecido do público araxaense. Hoje no topo do ciclismo nacional e mundial. Avancini é o vencedor da etapa Araxá na elite, nos últimos cinco anos. Disposto a manter a hegemonia em 2019, Avancini recebeu com exclusividade a reportagem do  JORNAL INTERAÇÃO para falar da prova e também do seu melhor momento na carreira. Sobre a etapa Araxá ele disse que, “ é uma prova que faz parte da minha história e da história do mountain bike. Essa prova de Araxá é sempre um desafio, sempre com novidades, sendo uma prova  com desenrolar diferente e com atletas diferentes que acabam valorizando muito a competição.”  Avancini também revelou que,” existe um conjunto de fatores que torna a prova de Araxá  especial; o complexo do  Barreiro, o quanto que a cidade e o povo abraçam a Copa Internacional, o quanto que  o araxaense da importância  para este evento  e isto para mim como  um amante do Mountain Bike me deixa extremamente contente   ao ver que o evento se tornou marcante e importante dentro do calendário de eventos de Araxá.”  Henrique disse também que, “ a prova de Araxá em si é um formato que eu gosto muito e a própria arena da cidade contribui muito para que a emoção e os ânimos fiquem  mais carregados com a o circuito que dura  4 dias nesse ambiente tão intenso que Araxá propicia durante o evcento.”  Sobre os projetos para 2019, Avancini disse que vence a Cape Epic que é  uma corrida anual de mountain bike realizada no Cabo Ocidental, na África do Sul, em dupla, é o seu grande sonho pessoal. “  Finalizando ele contou que, “ 2019 é meu grande ano até agora, disputei 7 provas até agora e perdi apenas uma a Cape Epic que fiquei na segunda colocação, mas a temporada atual para mim é bem fora da curva, mais a grande meta é vencer uma das grandes provas de cross country ano,  que é o que ainda falta para mim.”