Destaque »

Serviço de endoscopia e colonoscopia da Santa Casa completa um ano e atividade

17 de setembro de 2019 – 11:42 |

Administrar hospital filantrópico, sem fins lucrativos, conveniado ao Sistema Único de Saúde não é tarefa para qualquer um. Enquanto em alguns momentos faltam recursos até mesmo para compra de materiais e medicamentos, …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Cultura

Marcelo Matte anuncia projetos de incentivo à cultura e ao turismo em Minas Gerais

Apresentação do Secretario Marcelo Matte, das propostas de ações da Secretaria a Imprensa.
Data: 28-02-2019
Local: Secretaria de Turismo.
Foto: Renato Cobucci / Imprensa-MG

O secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Marcelo Matte, apresentou à imprensa, no últimofim de semana,  um diagnóstico das duas áreas, seus principais projetos de trabalho e anunciou algumas ações emergenciais que pretende realizar em curto prazo. A implantação de um trem turístico, ligando o Museu de Artes e Ofícios, na Praça da Estação de Belo Horizonte, ao centro de Inhotim, em Brumadinho, foi o primeiro projeto apresentado. Para o secretário, recuperar a economia de Brumadinho está entre os principais objetivos do governador Romeu Zema e da secretaria também. O projeto será liderado pela Secretaria de Transportes e Secretaria de Cultura e Turismo, com apoio da CGE e do Ministério do Turismo.
“Será um túnel do tempo, ligando o turista de um museu histórico ao maior museu de arte contemporânea do mundo; a Minas tradicional à Minas contemporânea. Com isso vamos fortalecer a região de Brumadinho, que precisa muito do apoio do governo neste momento”, explica Matte.  O secretário anunciou também uma série de medidas para fortalecer e promover o turismo no estado. Atualmente, apenas 5,85% dos desembarques de turistas internacionais e domésticos acontecem em Minas. De acordo com Matte, serão elaboradas parcerias público privadas – PPPs – para fomento da atividade turística no Circuito das Águas e gestão dos parques naturais. “Vamos fortalecer os 47 Circuitos Turísticos como destinos relevantes. A política de regionalização do turismo é uma orientação federal, executada em Minas Gerais por meio da implantação de instâncias de governança regionais, as Associações de Circuitos Turísticos de Minas Gerais. Atualmente, 47 circuitos, envolvendo 567 municípios, estão certificados e participam das atividades, projetos e programas da Secretaria”. A Embarcação Vapor Benjamin Guimarães, um dos referenciais na navegação comercial do Rio São Francisco é outro projeto parado que será retomado nesta gestão. Em sintonia com os objetivos do governador Romeu Zema, a gastronomia será a principal estratégia para alavancar o turismo mineiro.