Destaque »

AIA e Postos Alpa lançam Parceria Solidária em prol da Quimioterapia da Santa Casa

12 de novembro de 2019 – 11:24 |

 
A Associação da Imprensa Araxaense (AIA) e a rede de Postos Alpa estão realizando uma Parceria Solidária. A campanha vai beneficiar o Centro de Quimioterapia São Francisco de Assis, que funciona na Santa Casa …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Política, Responsabilidade social

Idosos em tratamento de câncer recebem atendimentos através da Prefeitura

Diversas entidades filantrópicas e assistenciais de Araxá complementam os atendimentos oferecidos com recursos repassados pela Administração Municipal.  O Prefeito Aracely de Paula, através da Secretaria de Ação e Promoção Social, tem acompanhado o trabalho das instituições e a forma de aplicação do dinheiro. A Associação de Amparo às Pessoas com Câncer de Araxá (Ampara), recebeu em agosto de 2018, através de convênio R$ 339.649,43 para atender idosos. A coordenadora Gisele Paiva, informa que com o recurso a instituição construiu rampa de acessibilidade e ampliou a oferta de serviços. As oficinas que eram promovidas duas vezes por semana, são oferecidas todos os dias. Os idosos agora fazem aulas de violão, canto, artesanato e informática com alfabetização; pilates e ginástica, vários tipos de terapias com atendimento individual e em grupo. “O convênio significa muito para os nossos trabalhos. Pudemos ampliar os atendimentos, desempenhar mais atividades, oferecer mais lazer e cultura aos idosos. Isso é muito bom para o paciente e sua família. Mostramos que mesmo enfrentando uma doença grave ele tem capacidade de desenvolver várias coisas benéficas para a vida e para o tratamento”. O paciente em tratamento oncológico de qualquer idade procura a Ampara, é atendido pela assistente social que faz o levantamento econômico da família e visita domiciliar para avaliar as dificuldades. A Associação oferece gratuitamente nutricionistas, médicos e fisioterapeutas parceiros, medicamentos, exames emergenciais, caixas de leite, suplementos alimentares, fraldas geriátricas, bolsas de colostomia, equipes para dietas parenteral, terapias. “A pessoa quando recebe o diagnóstico de câncer, fica sem chão, a primeira coisa que vem à mente é a morte. A gente mostra que ela vai enfrentar uma doença a muito difícil mas que tem capacidade de enfrentar recebendo apoio, carinho, ajuda, pessoas que compreendem e estão prontas para ajuda-las sempre. O trabalho da Ampara é além do tratamento e do resultado, é humanização, vivência, troca de experiência, uma ajuda fraterna de acolhimento”, ressalta Gisele.