Destaque »

Lídia Jordão faz palestra no 13º Encontro Mulheres com Direito

17 de maio de 2019 – 19:12 |

Lídia Jordão representou Minas Gerais, juntamente com mais nove mulheres da área do Direito, de outros estados do País. Ela foi convidada pela coordenação geral  do Encontro, através da Drª Fabiana Garcia. Para Jordão, …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Meio Ambiente, Policial

PF prende 73 pessoas por extração ilegal de pedras com explosivos na Serra da Canastra

Policiais federais cumprem, na manhã desta quarta-feira,  mais de 100 mandados judiciais contra uma organização criminosa que extraía ilegalmente, há vários anos, pedras de quartzito do Parque Nacional da Serra da Canastra, em Minas Gerais. A ação ocorre simultaneamente em Alpinópolis, Passos, Itaú de Minas, Carmo do Rio Claro, São João Batista do Glória, Piumhi e Belo Horizonte e na cidade paulista de Batatais.  Ao todo, segundo a Polícia Federal (PF) são 160 mandados expedidos pela Justiça Federal . Uma perícia demonstrou que houve degradação ambiental pela extração ilegal. Como a atividade era clandestina, não havia plano de manejo. De acordo com a Polícia Federal, os rejeitos eram depositados em diversas áreas do parque, até mesmo em leitos de rios e nascentes que formam a bacia do Rio Grande. A retirada das pedras era feita com explosivos e ferramentas, sendo que 85% do material era de rejeitos. Envolvidos chegaram a colocar fogo no parque para facilitar a extração ilegal. Todos os presos serão encaminhados ao presídio de Passos. Eles serão indiciados por organização criminosa, extração ilegal de minerais e danos ambientais decorrentes.