Destaque »

Assinado o protocolo de intenções para instalação da fábrica da McCain em Araxá

16 de agosto de 2019 – 17:03 |

A assinatura do protocolo de intenções para a instalação da empresa McCain do Brasil Alimentos no município de Araxá, aconteceu na última sexta-feira, 9 de agosto, no Teatro …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Diversos, Notícias

Matriz de São Geraldo se torna a segunda igreja “dedicada” de Araxá

Concluídas as reformas interna e externa da Igreja Matriz de São Geraldo, a comunidade católica de Araxá viveu um momento importante da sua história. Ontem, dia 31, as  19h, na própria Matriz, foi  realizada a cerimônia de dedicação da Igreja e de seu Altar-Mor. A celebração foi  presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Uberaba,  dom Paulo Mendes Peixoto ( colaborador do JORNAL INTERAÇÃO)e concelebrada por representantes de todas as paróquias de Araxá. Contou ainda com a ilustre presença e participação do coral Santa Cecília, da Basílica do Santíssimo Sacramento Apresentado pelo Patrocínio de Maria, da vizinha cidade de Sacramento. “A cerimônia foi belíssima e muito rica em significado”, explica o pároco da Paróquia de São Geraldo,  Padre Sérgio Márcio de Oliveira. A Matriz de São Geraldo é  a segunda igreja da cidade a ser dedicada. A primeira foi a Matriz de São Domingos em cerimônia realizada no dia 12 de outubro de 1992.

 A dedicação  

Desde a antiguidade dá-se o nome de “igreja” também ao edifício em que a comunidade cristã se reúne para ouvir a Palavra de Deus, rezar em comum, frequentar os sacramentos e celebrar a Eucaristia. Segundo o cerimonial dos bispos, a igreja, desde que construída como edifício destinado unicamente e de modo estável a reunir o povo de Deus e a realizar os atos sagrados, torna-se Casa de Deus. Por isso, de acordo com antiguíssimo costume da Igreja, convém seja dedicada ao Senhor mediante rito solene.  Quando a igreja é dedicada, tudo o que nela se encontra (fonte batismal, cruz, imagens, sinos, estações da “via-sacra”) deve considerar-se abençoado com o próprio rito da dedicação.