Destaque »

Zema atrai mais de R$ 4,8 bi em investimentos

14 de junho de 2019 – 18:24 |

Nos cinco primeiros meses da gestão do governador Romeu Zema, o Governo de Minas Gerais atraiu mais de R$ 4,8 bilhões em novos investimentos para o Estado, com a expectativa de criação de cerca de …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Educação

Dia de exercitar o raciocínio lógico nas escolas de Araxá

Um dia de muita concentração, onde os alunos exercitaram o raciocínio lógico e todos os conhecimentos obtidos nas aulas de xadrez, durante o ano letivo. A Administração Municipal, através da Secretaria de Educação, promoveu nesta quinta-feira, 6, o Circuito de Xadrez, competição que reuniu 40 alunos das Escolas Leonilda Montandon (CAIC), Romália Porfírio, Escola de Aplicação Lélia Guimarães, Auxiliadora Paiva (anexo Loren), Manoela Lemos, Aziz J. Chaer e Professor Nelson Gomes. A atendente de projetos da Secretaria, Fabíola de Fátima Bruno, explica que os estudantes fazem aulas de xadrez durante o ano e em dezembro a Prefeitura promove um torneio geral com a participação de até cinco alunos do 4º e 5º ano de cada escola. São disputadas seis partidas, o Circuito premia com troféu de 1º, 2º e 3º lugar, todos os participantes ganham medalhas e a duração de cada partida varia de 40 minutos a 1 hora. “Foi comprovado cientificamente que os alunos aprendem a concentrar, melhoram a aprendizagem, a disciplina, a socialização, já conseguimos ótimos resultados”. Fabíola destaca que o xadrez não faz parte da grade curricular ainda, mas os professores de matemática podem inserir a prática de xadrez na aula.  O projeto é desenvolvido em parceria com o Clube de Xadrez Artur Rosa, que cede 4 professores para trabalhar nas escolas. As aulas são oferecidas para os alunos do 2º ao 9º ano, do Ensino fundamental, com idades entre 9 e 15 anos O professor do Clube de Xadrez, Bruno Vinícius dos Reis, informa que participam do projeto há dois anos e os meninos deram um salto muito grande. “O xadrez é um jogo de memória e de 2017 para 2018 percebemos uma evolução muito grande nos alunos.  A linha de raciocínio é usada para fazer lances, jogadas, estratégias, tem tudo a ver com a matemática”.