Destaque »

CBMM amplia área de atuação e anuncia criação do Centro de Matéria Prima para Turbinas de Avião em Araxá

14 de dezembro de 2018 – 11:13 |

A direção da empresa CBMM, realizou na noite da última terça-feira, dia 11 de dezembro, no ‘Clara Rosa Eventos’,  a tradicional reunião de confraternização com profissionais e diretores de organismos de imprensa da cidade de …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Notícias

Enem tem questões sobre nióbio e grafeno, e candidatos relacionam a Bolsonaro

A prova do Enem do dia 11 de novembro, teve duas questões de química relacionadas às substâncias nióbio e grafeno, muito citadas por Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral. Após o término da prova, candidatos relembraram as críticas do presidente eleito no primeiro dia de prova. De acordo com o professor de química do Descomplica, Allan Rodrigues, uma das perguntas abordava o a estrutura do grafeno e perguntava qual o híbrido do carbono relacionado ao elemento. Na resposta, o candidato deveria assinalar a alternativa que indicava o “híbrido sp e carbono trigonal plano”. O professor diz que a questão se restringia às características químicas do elemento. Em outra questão da mesma prova, o Enem abordou o elemento nióbio. O exercício relacionava o nióbio ao tântalo e falava sobre os dois elementos, questionando o motivo de ambos apresentarem as mesmas características físicas e químicas. A resposta, diz Rodrigues, era que os dois estão no mesmo grupo da tabela periódica. – Na minha concepção , o Enem é formador de um cidadão, independente de opinião política. Vivemos em uma sociedade onde as pessoas são plurais, temos que reconhecer as diferenças e a educação tem que falar sobre isso. Falar sobre nióbio e grafeno é importante, o presidente eleito inclusive citava bastante isso. O Enem não é partidário, de direita ou de esquerda, o Enem informa sobre assuntos que estão pairando na sociedade- opina Rodrigues.