Destaque »

Zema se reúne com Bolsonaro para discutir dívida de MG com a União

18 de janeiro de 2019 – 17:22 |

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), e o vice-governador, Paulo Brant (Novo), se reuniram com o presidente Jair Bolsonaro (PSL) em Brasília, no Distrito Federal, nesta quarta-feira (16). Entre os assuntos tratados na …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Política

Moro aceita convite para Ministério da Justiça

Reconhecido pela atuação no julgamento de processos da Lava Jato, o juiz Sérgio Moro pediu demissão da magistratura para ocupar a chefia do Ministério da Justiça e Segurança Pública do futuro governo de Jair Bolsonaro (PSL). Quando sair da pasta, ao final do mandato de Bolsonaro ou mesmo antes disso, o hoje magistrado não poderá retornar às funções atuais, a não ser que preste novamente concurso público.  Além de ensinar sobre o área jurídica, um juiz federal não pode ter outras ocupações profissionais, conforme a Lei Orgânica da Magistratura Nacional. Agora, para integrar a equioe do presidente recém-eleito, Moro terá de encaminhar ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) o pedido de demissão. Na nota enviada à imprensa após a decisão, Morro disse ter aceitado “honrado o convite”. E ponderou: “Fiz com certo pesar, pois terei que abandonar 22 anos de magistratura”. Três dias após o convite do presidente eleito, Moro aceitou o convite para assumir a superpasta da Justiça e Segurança Pública.