Destaque »

FestNatal dará visibilidade a campanhas solidárias neste fim de ano

20 de novembro de 2018 – 11:36 |

Empresas, instituições e pessoas que queiram realizar campanhas solidárias neste fim de ano poderão contar com o suporte do FestNatal 2018 em suas ações. Uma das propostas desta edição do evento é que ele congregue …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Notícias

Profissionais do Cerest participam de capacitação sobre saúde do trabalhador

O Centro Regional de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), da Secretaria Municipal de Saúde, realizou pela primeira vez na cidade o curso “Fortalecendo as ações de vigilância em ambientes e processos laborais” durante os dias 15 e 16 deste mês, na sede da Escola Técnica Santa Edwirges. Essa iniciativa reuniu cerca de trinta participantes, representantes das unidades do Cerest de Uberaba, Uberlândia e Araxá. Também o curso recebeu profissionais da Vigilância Sanitária e Vigilância em Saúde do Trabalhador da Superintendência Regional de Saúde e das cidades que fazem parte das microrregiões de Uberaba e Araxá. No início desta semana, o tema foi abordado pelo coordenador do Cerest Campinas / SP, engenheiro Alexandre Poli Beltrami. O curso é voltado a servidores municipais que atuam nos Cerest´s de cada cidade representada e Vigilância Sanitária, com objetivo de implementar ações de promoção e prevenção da saúde dos trabalhadores. O Cerest atua na prevenção, no controle e no enfrentamento, de forma estratégica, integrada e eficiente, os problemas de saúde do trabalhador como as mortes, os acidentes e as doenças. Flávia Freire de Almeida, coordenadora do Cerest Araxá, considerou o curso como de suma importância para realização de ações por parte do centro da cidade. “Conseguimos capacitar todos os nossos profissionais e também da nossa região.  Sempre fez parte do Cerest promover cursos de capacitação aos nossos profissionais. Esse momento foi muito positivo porque contribuímos para o fortalecimento de ações das ações de Vigilância em Saúde do trabalhador e maior integração dos profissionais envolvidos na promoção a saúde e prevenção de acidentes, agravos e doenças relacionadas ao trabalho”, destaca Flávia.