Destaque »

AIA e Postos Alpa lançam Parceria Solidária em prol da Quimioterapia da Santa Casa

12 de novembro de 2019 – 11:24 |

 
A Associação da Imprensa Araxaense (AIA) e a rede de Postos Alpa estão realizando uma Parceria Solidária. A campanha vai beneficiar o Centro de Quimioterapia São Francisco de Assis, que funciona na Santa Casa …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Cultura

Alho pode prevenir e combater vários tipos de doença

Garlic closeup isolated on white background. With clipping path.

Alho: muitos amam, mas alguns odeiam. Tem quem ache que a comida fica sem sabor sem ele. Outras pessoas não suportam nem o cheiro. Mas afinal, o alho tem mesmo benefícios? Anti-inflamatório, previne câncer, bom para o colesterol. E como preparar? A professora de nutrição Jocelem Salgado e a engenheira de alimentos Glaucia Pastore falaram sobre o alho no Bem Estar. O alho tem uma substância muito boa para a saúde: a alicina. Ela é um composto formado quando você pica, tritura, amassa o alho. Ao consumir o alho, você pode prevenir e combater vários tipos de doença. A alicina tem função hipotensora, que ajuda a melhorar a pressão arterial. Há estudos que falam que o alho contribui para a melhoria do sistema cardiovascular, tem ação antidiabética, tem função antioxidante e anti-inflamatória. Ele também ajuda a reduzir o enrijecimento das artérias e é bom para a digestão. Já foi comprovado um efeito anticancerígeno no alho. Ele também tem efeito tanto na diminuição do LDL – colesterol ruim – quanto em evitar a deposição do colesterol na parede dos vasos sanguíneos. Ele também pode ser um aliado natural para controle do crescimento microbiológico. Mas não adianta correr atrás do alho gigante! Segundo a pesquisadora Patricia Prati, o tamanho do alho não é documento. “Nem sempre o alho maior tem mais alicina.” As especialistas alertam que consumir alho em excesso também não é bom. Isso porque ele pode causar lesões no trato gastrointestinal e também pode provocar reações alérgicas. Ou seja: tudo com moderação!

Quando ele incomoda? Quem tem alergia ao enxofre pode ter problemas com o alho. Pode apresentar dermatite, asma, rinite, conjuntivite, urticária. Já as gestantes podem sentir uma contração do útero e em lactantes pode aumentar as cólicas no recém-nascido. É bom evitar o alho se estiver próximo a alguma cirurgia.

Como preparar o alho?

Qual o jeito certo de preparar o alho sem que ele perca as substâncias que fazem bem para a saúde? Segundo estudos, o alho tostado é o que mais perde alicina. O alerta vale também para o refogado – cerca de 50% dos benefícios fica no óleo. A melhor forma é o alho cru, picado e fatiado – a alicina permanece quase intacta. Mas tem prazo de validade: três meses.