Destaque »

Em noite de autógrafos, Dr. Renato Zupo lança ‘Inteligência Prática’, em Araxá

14 de agosto de 2018 – 16:29 |

A noite do último dia 09 de agosto de 2018, foi especial e de lançamento do quarto livro do juiz-escrtior araxaense, Dr. Renato Zouain Zupo. O palco da prestigiada noite de …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Destaque, Notícias

Protesto de caminhoeiros, leva corrida à postos de combustível em Araxá

O BRASIL para. Em protesto contra a alta dos combustíveis e as políticas públicas deste Governo, os caminhoneiros de todo o país entraram em greve, obstruem, desde a noite de segunda-feira (22 de maio), as estradas de Norte, Sul, Leste, Oeste. A  paralisação de caminhoneiros, que afeta 22 estados brasileiros, causa reflexos no abastecimento de postos de combustíveis, na entrega dos correios, produção e distribuição de alimentos e montagem de veículos em Minas Gerais. Há trechos bloqueados nas estradas que cortam o estado pelo quarto dia seguido. Até o fechamento desta edição, os caminhoneiros fecharam os acessos da BR 262 entre Araxá e Uberaba e Araxá e Belo Horizonte e a BR 452 no trevo de acesso entre Araxá e Uberlândia.   Como na maioria dos municípios brasileiros, a população de Araxá também já sente  os reflexos dos protestos que afetam todos os setores da economia nacional. Até a tarde de ontem ( quinta-feira), a situação nos postos de combustíveis da cidade era de preocupação.  Muitos motoristas enfrentam filas para abastecer seus veículos, com medo da falta do combustível. Em alguns postos  da cidade, o estoque de gasolina e diesel já esgotou. O preço do litro de álccol praticado em Araxá chegou a R$ 4,99 e do litro do diesel chegou a R$ 4,00, do álcool: R$ 3.09. Na manhã de ontem, agricultores e caminhoneiros também paralisaram a rodovia de acesso a empresa Mosaic ( Tapira).  Enquanto isso o governo federal tenta negociar com os caminhoneiros para suspender a paralisação por três dias, mas a categoria não concorda com a proposta.