Destaque »

Café, Cachaça, Queijo e Doce: Araxá ganha circuito turístico rural

13 de agosto de 2017 – 14:13 |

Araxá é reconhecida pela sua gastronomia, com produtos premiados internacionalmente e sua culinária sempre destacada pelos melhores “chefs” do mundo. Para explorar esse grande atrativo, a …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Educação

CBMM vai investir R$ 2 milhões na construção da sede própria da Escola Alice Moura

A construção da sede própria da Escola Municipal Alice Moura foi autorizada pelo prefeito Aracely de Paula que assinou ordem de serviço no último fim de semana, no gabinete da rua Presidente Olegário Maciel. São previstos investimentos de R$ 4.387.890,27, sendo que R$ 2 milhões, por parte da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) e o restante de responsabilidade da Prefeitura com prazo de execução de sete meses. A Escola Municipal Alice Moura será no bairro Vila Silvéria em uma área institucional que compreende um complexo arquitetônico composto ainda pela sede do Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Dom Pixote e uma praça. Para o prefeito, construir uma sede própria para abrigar a Escola Alice Moura, é manter a tradição de uma instituição que tem história muito singular na educação da cidade. “Uma sede própria para que ela continue a educar, esse é o significado maior que denominamos ao ‘Alice Moura’. O projeto elaborado pela nossa equipe é um referencial arquitetônico que enriquecerá o local, bastante esquecido em Araxá, o bairro Vila Silvéria. Após o ‘Alice Moura’, estaremos construindo também o Cemei Dom Pixote e uma praça, restaurando toda aquela região. Uma homenagem nossa para a região altamente promissora com essas construções que darão um contexto novo na vida de todos os moradores”, avalia o prefeito. O secretário  de Obras Públicas e Mobilidade Urbana, Sebastião Donizete de Souza, reitera que o prédio será construído em uma arquitetura moderna por uma empresa de Belo Horizonte. “Quem ganhou a licitação foi a empresa Logus Engenharia e Construções Ltda. Pretendemos executar a obra que abrigará 12 salas de aula, no prazo mais curto possível e o prefeito tem a intenção de levar a Escola Alice Moura para a nova sede no ano que vem”, observa o Secretário. Sebastião Donizete acrescenta que a escola tem capacidade para abrigar 360 alunos por turno – dia, tarde e noite -, portanto, com espaço para atender até mil alunos. “Além de salas de aula, o prédio contempla uma área para Educação Física, sanitários, acessibilidade para portadores de necessidades especiais, salas de multiuso, de arte, de inclusão, reforço, de professores, de diretoria, secretaria, coordenação e biblioteca. É uma escola completa, com três pavimentos, e com certeza levará grande melhoria para a região do bairro Vila Silvéria”, comenta Donizete. A secretária de Educação, Gessy Glória Lemos, conta que a Escola Alice Moura completou 50 anos de existência em 2017, já passou por cinco sedes diferentes e comemorou a conquista da sede própria para toda a comunidade escolar. “A escola é tradicional na nossa cidade, com alto nível do Ideb em Araxá e com a sede própria poderá atender mais alunos. Sempre havia esse questionamento do motivo de não ter uma sede própria para o ‘Alice Mour’. Quando a escola teve que deixar o Sesc, o prefeito Aracely de Paula garantiu aos pais que iria construir essa sede própria”, destaca a secretária Gessy. Além de apoiar financeiramente a obra da sede própria da Escola Alice Moura, a Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) garantiu o repasse de R$ 2 milhões para a construção do Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Dom Pixote. “A empresa atendeu com o repasse de 50% do valor da Escola Alice Moura e também de 50% da creche para próximo ano. São obras que a população demanda e a CBMM inserida na comunidade atende esses pleitos da Prefeitura de acordo com as nossas condições. A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Municipal  patrocinamos praticamente 100% da construção. Os critérios avaliados por nós são a importância da obra e o que isso representa para comunidade. Queria dizer da satisfação da CBMM de ser parceira da Prefeitura quanto da escola, tanto na creche”, ressalta o diretor administrativo da CBMM.