Destaque »

Festival ‘Saberes e Sabores de Araxá’ começa nesta sexta

13 de julho de 2017 – 23:31 |

Começa hoje ( sexta-feira ), 14/07, o Festival ‘Saberes e Sabores de Araxá’, trazendo para o município atrações culturais imperdíveis e o melhor da gastronomia. A partir das 18h, o Lago Norte do Barreiro será …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Saúde

Semana da Luta Antimanicomial em Araxá

Em celebração ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial, celebrado em 18 de maio ( ontem), a Prefeitura Municipal de Araxá promove a conscientização da comunidade sobre o tratamento domiciliar e nas instituições de saúde mental. Diversos eventos estão sendo realizados desde a última segunda-feira e termina nesta sexta-feira (hoje), dia dias 19 de maio. O foco é o tratamento humanizado de pacientes com distúrbios mentais, apresentação do trabalho realizado em Araxá e debate de novas diretrizes de atuação. Durante toda a semana, também estão sendo realizadas nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) abordagens sobre depressão, transtornos de ansiedade, dentre outros. A coordenadora da Saúde Mental, Lourdes Maria Xavier, afirma que a programação foi pensada para a conscientização da população sobre as alternativas de tratamentos disponíveis na rede municipal de saúde mental. “A internação se faz necessária somente quando todas as alternativas de assistência na rede se esgotar, e quando manifesta risco para si próprio e/ou para terceiros, por um período curto. Pretendemos mostrar essa nova abordagem do tratamento do doente mental com o foco na humanização. Em específico, na mesa redonda, mostrando o trabalho feito e elencando os desafios que temos pela frente”, explica Lourdes.

 

Rede de Saúde Mental

Atualmente, a Secretaria Municipal de Saúde dispõe do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) Maria Pirola, o CAPSad (destinado a usuários de álcool e outras drogas) e as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para atendimento a pacientes moradores de Araxá e Microrregião (Ibiá, Pratinha, Campos Altos, Tapira, Perdizes, Santa Juliana e Pedrinópolis). Dados da Coordenação de Saúde Mental apontam que mensalmente são cerca de 100 pacientes atendidos e 1.970 procedimentos de caráter psicológico, atendimento médico psiquiátrico, enfermagem, terapia ocupacional, farmacêutico e de assistência social realizados no CAPS Maria Pirola. Já no CAPSad, está incluso na lista as visitas domiciliares, totalizando o atendimento de mais de 90 pacientes para um total aproximadamente de 1.850 procedimentos. O serviço nas UBSs, que ocorre na Uninorte, Unileste, Unisa e Unisul, são realizados atendimentos individuais, em grupo ou em grupos de acolhimento. A média mensal é de 1.790 procedimentos de psicologia; 580 serviços de psiquiatria, entre consultas e perícias médicas judiciais; e 630 atendimentos via assistente social, incluindo as visitas domiciliares.