Destaque »

Representantes da OAB se reúnem com Vereadores na Câmara

19 de junho de 2018 – 0:41 |

Na tarde da última segunda-feira (11), o Plenário Vereador Guilherme Gotelip Neto recebeu Vereadores, imprensa e diversos advogados do Município de Araxá para uma Audiência Pública. Ainda participaram membros da Diretoria da 33ª …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Notícias

Araxá terá Greve Geral contra a reforma da Previdência no próximo dia 15

As centrais sindicais estão organizando o Dia Nacional de Paralisação Contra a Reformada Previdência, 15 de março.  Em Araxá, oito sindicatos confirmaram presença e estão se reunindo para acertar a organização do protesto. O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Extração de Metais Básicos e Minerais Não-Metálicos de Araxá e Região (Sima), o Sindicato dos Bancários de Araxá, o Sindicato dos Empregados no Comércio de Araxá e Tapira, o Sindicato dos empregados no comércio Hoteleiro e Similares de Araxá (Sintha),o Sindicato dos Servidores Municipais de Araxá e Região, o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE) e o Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil e Mobiliário de Araxá e Tapira aderiram ao movimento. A segunda reunião aconteceu nesta quinta-feira (02), no Sindicato dos Empregados no Comércio de Araxá e Tapira, com a presença de representantes de cada entidade sindical. Os dirigentes pretendem mobilizar um grande número de trabalhadores e estudantes no dia 15, a partir das 3 horas da tarde, e os preparativos já estão em andamento. Serão confeccionadas milhares de cartilhas com explicações sobre o perigo de retrocesso nos direitos do cidadão representado pela proposta de reforma da Previdência (PEC 287), que está sendo apreciada no Congresso. O objetivo do movimento é conscientizar a população contra esta absurda artimanha do governo Temer, de favorecer a classe empresarial em detrimento do arrocho do trabalhador.

“Para impedir esse retrocesso, vemos na mobilização e na conscientização coletiva a nossa única saída. Cobrar dos deputados e senadores que não votem a favor da reforma da Previdência (PEC 287/16) é um dos caminhos que temos”, cita um trecho da cartilha. A convocação para o manifesto em Araxá será feita através de carros de som, faixas e divulgação na imprensa e redes sociais. Na tarde do dia 15 (quarta-feira), um trio elétrico percorrerá as principais ruas do Centro da cidade convocando os trabalhadores para a concentração, que será em frente à Igreja Matriz de São Domingos. A próxima reunião dos líderes sindicais será no dia 6, às 16 horas, na sede do Sima.