Destaque »

Ganso empata com Patrocinense e garante vaga na semifinal da Segundona

14 de outubro de 2018 – 0:07 |

Terminou agora a pouco, ( sábado,dia 13 de outubro de 2018), a partida entre Patrocinense e Araxá Esporte, no estádio Júlio Aguiar, na cidade de Patrocínio, pela última rodada da fase de classificação do Campeonato …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Saúde

Exame em macaco morto em Araxá deu positivo para febre amarela, diz secretário de saúde

Em entrevista exclusiva hoje ( terça-feira) ao JORNAL INTERAÇÃO, o Secretário Municipal de Saúde de Araxá, Dr. Alonso Garcia, confirmou que o macaco encontrado morto no dia 14 de fevereiro de 2017,  na região da Gameleira, zona rural de Araxá, teve resultado detectável para febre amarela. Segundo o Secretário, “ o exame foi realizado pela Fundação Osvaldo Cruz – Fiocruz no Rio de janeiro através do Ministério da Saúde.”  Dr. Alonso disse também que, “ a vacinação contra a febre amarela continua sendo oferecida normalmente nas unidades de saúde e será intensificada na zona rural. Não há nenhum caso suspeito da doença em humanos no município de Araxá”. Ainda de acordo com o médico, “ a população de Araxá não precisa ficar preocupada e nem correr para as unidades de saúde em busca de vacinação, pois a vacinação já está acontecendo a quase um mês no município e tem vacina para todo mundo.” Segundo ele, “ esta semana, nós da Secretaria Municipal de Saúde estamos desenvolvendo um plano de ação para realizar campanhas de vacinação contra a febre amarela em todos os setores da zona rural do nosso município, nas regiões de Itaipu, Morro da Mesa,  Morrão Rachado, além da Boca da Mata. Essa imunização vai acontecer especificamente tendo como base as escolas dessas comunidades rurais.”  Finalizando Dr. Alonso Garcia revelou que até agora já foram imunizadas em todo município de Araxá cerca de 20 mil pessoas. “ Pedimos que as pessoas quando forem procurar as unidades de saúde de Araxá levem seus cartões de vacinação para facilitar o trabalho dos agentes de saúde, caso não tenha esse cartão, procure então se lembrar de quando foi vacinado pela última vez.,”