Destaque »

Zema e Moro defendem integração na Segurança Pública

26 de fevereiro de 2020 – 13:08 |

O governador Romeu Zema participou, junto com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, na semana que passou (18/2), no Auditório JK, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, da abertura do seminário que …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Notícias

Apac de Araxá busca parcerias

Para desenvolver importantes projetos na Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – Apac, está sendo desenvolvida através do Tribunal de Justiça, Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais – FIEMG, Governo de Minas e Consep uma campanha em busca de parcerias na cidade. Para isso foi realizado, nesta quinta-feira, um café empresarial que reuniu empresários e autoridades da cidade de Araxá. A Apac solicitou aos empresários o incentivo para empregar detentos em regime semiaberto e em processo de ressocialização. Além disso eles pedem apoio nas campanhas da entidade que terá a participação de empresários e comunidade araxaense. Alguns projetos tem como objetivo angariar recursos para executar importantes programas da Associação. O deputado Bosco participou do encontro que visa a promoção da cultura de paz e se comprometeu, mais uma vez, com as causas da Associação. Além do deputado participaram o juiz de direito da Vara criminal, Renato Zupo, o promotor de justiça, Fábio Varela, o tenente Coronel Fernando Reis (comandante 37º Batalhão), delegado regional da Polícia Civil, Vítor Hugo, o presidente da Acia, Emílio Neumann, a diretora da Apac, Edna Castro, o diretor do Presídio, Everton Alex, entre outras autoridades e empresários da cidade. Bosco assumiu o compromisso de, através de emenda parlamentar, destinar recursos para estes projetos, além de atuar em prol da iniciativa que terá como propósito a construção de um muro na Apac. Além disso, outras iniciativas visam a promoção da ressocialização dos assistidos pela Apac. “Sabemos que a Apac desenvolve um importante trabalho de ressocialização. Eles sempre estão pautados na humanização do atendimento. O método mais humanizado da Apac é um processo de ressocialização eficiente e que diminui a reincidência criminal”, frisa Bosco.