Destaque »

Presidente e novo Diretor Industrial da CBMM destacam importância do relacionamento com a cidade

9 de dezembro de 2017 – 11:59 |

Na noite da última terça-feira, dia 05 de dezembro de 2017, a direção da empresa CBMM, se reuniu com profissionais da imprensa araxaense num encontro tradicional de confraternização de fim de ano, no salão …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Esporte

Vai começar a decisão do Campeonato Amador

equipe-do-dinamo2 equipe-do-tigrao

Dínamo e Grei são os finalistas do Amador.

Por: Alcino de Freitas.

A equipe do Dínamo que precisava de dois resultados iguais para chegar à final da decisão de 2016 acabou por conquistar esta prerrogativa, empatando por duas vezes contra o Comercial Tigrão. O primeiro empate deu-se no domingo, 23, pelo placar de 0 a 0, no último domingo 30, o placar foi de 1 a 1, em partida realizada no Estádio Municipal Fausto Alvim, válida pelo Campeonato Amador da 1ª divisão do Futebol de Araxá, eliminando o Tigrão, e que terá como adversário o time do Grei que também acabou por eliminar o Gef. Dínamo e Tigrão, uma partida bem determinada, movimentada, sendo um grande espetáculo para o bom público que compareceu. O Dínamo iniciou criando duas boas oportunidades, mas a defesa adversária estava bem postada e se safou. Aos poucos o jogo foi ficando igual, com o Tigrão jogando dentro das suas características, ou seja, primeiro se defendendo, para depois sair explorando, principalmente o seu lado esquerdo, onde Dedei atuava bem. Bebeto, meio isolado a frente, mas, sempre perigoso. O Dínamo com maior posse de bola e tinha em Pelezinho que, volta e meia, dava muito trabalho para a defensiva do Tigrão. O 1º tempo foi sem gols, mas, bastou virar para que o Dínamo marcasse. Aos 6 minutos, boa jogada de Guilherme Mascote e Pelezinho marcou. Impedido. A partida continuou no mesmo ritmo, até que, aos 21 minutos, Caio Xaropinho, bateu uma falta, o goleiro Romero espalmou e Moulay aproveitou para fazer 1 a 0. Mesmo sofrendo um rude golpe o Tigrão não desanimou, procurava pelo menos chegar ao gol de empate. E conseguiu, aos 45 minutos, através do artilheiro Bebeto. Um gol igual ao do Dínamo. Falta cobrada por Vaninho, Edney, espalmou, e, lá estava o artilheiro da competição, Bebeto, para empatar a partida, 1 a 1. Com dois resultados iguais o Dínamo eliminou o Tigrão.

Dínamo: Edney, Rafael Bundinha (Dunguinha), Igão (Lucão), Dedé, Kelvi; Caio Xaropinho, Fernando Henrique (Robson), Moulay (Malaia), Pelezinho, Xande e Guilherme Mascote (Wagner Love). Técnico: Gilberto Monteiro.

Comercial Tigrão: Romero, Ramon, Bruno (Val), Jorge (Itinho), Rafael; Renato Augusto (Gilson), Cafu, Bruno César (Vaninho), José Euripedes; Bebeto e Dedei. Técnico: Wellington Bem Bão.

Árbitro: Marcílio Adriano, Auxiliado por Paulo César Souza e José Roberto. 4º árbitro: Edilson José. Mesária: Neide Goulart.

Cartão Amarelo. Para o Dínamo: Edney e Pelezinho.

Para o Tigrão: Rafael e Renato Augusto.

 

equipe-do-grei equipe-do-gef

Grei na final contra o Dínamo.

Por: Alcino de Freitas.

A equipe do Grei é a outra finalista deste Amadorão de 2016, que irá enfrentar o Dínamo. O Grei também jogava por dois resultados iguais. Venceu a primeira partida diante do Gef, pelo placar de 2 a1, e no último domingo, 30, acabou empatando pelo placar de 1 a 1. Precisando da vitória e de um placar por dois gols, o Gef, começou a partida  embalado, mas, logo aos 14 minutos, tomou o gol. Foi cobrado um escanteio pelo lado direito, o goleiro Dudu Firmino, tentou tirar para fora da área, a bola caiu para Fabrício Caceba que, escorou firme fazendo Grei 1 a 0. O Gef lutava e o Grei se defendia. Aos 24 minutos, Douglas Silva, cobrando uma falta, quase empatou a partida se não fosse a participação do seu companheiro Marcos, que acabou tocando na bola desviando para fora. Aos 30 minutos, Deivid, perdeu outra grande oportunidade. Aos 35 minutos, Kadu, chutou uma bola contra a trave. Até então, o domínio era do Gef que lutava muito mostrando garra e disposição para chegar ao empate. Aos 45 minutos, Douglas Silva, em dois tempos, acabou empatando a partida. No primeiro lance, ele chutou a bola que, bateu no adversário e voltou para que ele, pegar de primeira, num chute espetacular, com a bola entrando no ângulo, fazendo 1 a 1. No 2º tempo, aos 5 minutos, Caio Campos Altos, cobrou uma falta muito bem chutada e Túlio mandou para escanteio. Na altura dos 10 minutos, Kadu e Caceba se desentenderam e o árbitro deu cartão amarelo para os dois. Como Fabrício Caceba já tinha um cartão amarelo, recebeu o segundo e foi expulso. Esperava-se uma forte reação por parte do Gef que, naquela altura ficou com um jogador a mais em campo. Na verdade, continuou com maior posse de bola, mais faltou um maior empenho, uma maior eficiência para se chegar à vitória.  Criou várias chances quando, era superior numericamente. Aos 35 minutos teve seu atleta Maxuel, expulso, igualando-se o número de jogadores em campo. Com o placar de 1 a 1, o Grei ganha o direito de realizar a final contra o Dínamo. No próximo domingo, teremos a primeira partida entre Grei e Dínamo, com vantagem para o Dínamo de jogar por dois resultados iguais.

Grei: Túlio, Filhão (Carlinhos), Tiago Piriá, Jorge, Lucas Manga; Fabrício, André (Diego), Daniel (Josiel), Max; Fabrício Caceba e Bruninho (Ciel).  Técnico: Fernandinho Luxa.

Gef: Dudu Firmino, Ítalo (Maxuel), Dudu. Douglas Pagé, Douglas Silva; Douglas Rafael (Jean Dener), Marcos, Caio Campos Altos, Kadu (Toninho Cinzento); Deivid e Serginho. Técnico: Roberto Gregori.

Árbitro: Edilson José, auxiliado por Paulo César Souza e José Roberto Chaves. 4º árbitro: Marcílio Adriano. Mesário: Anderson Clayton. Cartão amarelo. Para o Grei: Tiago Piriá, Fabrício, Daniel, Caceba e Bruninho.

Para o Gef: Dudu, Kadu e Serginho.

Cartão vermelho. Fabrício Caceba do Grei e Maxuel do Gef.