Destaque »

Seminário de Câmaras Municipais do Triângulo e Alto Paranaíba reune políticos e agentes públicos em Araxá

16 de setembro de 2017 – 22:50 |

Terminou na tarde desta sexta-feira, dia 15 de setembro de 2017, em Araxá o 1º Seminário de Câmaras Municipais do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. O evento que …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Agronegócios

Minas cria espaço para juventude e mulheres do campo

O Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (Cedraf-MG) realizou, esta semana  a primeira reunião dos grupos temáticos para juventude rural e mulheres do campo. Ambos foram criados com o objetivo de propor, acompanhar e analisar políticas públicas dirigidas aos jovens e mulheres que desenvolvem atividades rurais em Minas Gerais. O Cedraf-MG é uma instância colegiada, presidida pela Secretária de Estado Desenvolvimento Agrário (Seda), e criada com a finalidade de articular os diferentes níveis de governo e as organizações da sociedade civil, tendo em vista a proposição, a análise e o monitoramento das políticas públicas e ações inerentes ao desenvolvimento sustentável da agricultura familiar, reforma agrária e dos povos e comunidades tradicionais. “O campo precisa ser um local em que as pessoas tenham acesso a direitos da mesma forma que na cidade, todas as agricultoras e agricultores familiares devem ter acesso à saúde, educação, saúde, lazer e cultura”, disse a assessora institucional de Juventude Rural, Beatrice de Oliveira, durante a primeira reunião do grupo temático de Juventude Rural. No encontro foram discutidas maneiras de combater situações como a de invisibilidade dos jovens do campo. Com a iniciativa, o Cedraf-MG cria um espaço estratégico para que a Seda articule e execute políticas e programas para as comunidades. O objetivo principal é tornar o campo atrativo para os jovens por meio da agricultura familiar. Outra iniciativa do Cedraf-MG foi a criação do grupo temático de Mulheres do Campo, da Floresta e das Águas. Ao longo da história, as políticas públicas desconsideraram a igualdade de gênero no meio rural. Agora há uma necessidade de construção de estratégias para o fortalecimento dos espaços coletivos democráticos, reforçando a presença e a participação das mulheres rurais no âmbito do conselho. Para a assessora institucional de Mulheres da Seda, Maria Auxiliadora Gomes, a criação do grupo temático vai permitir uma construção de políticas, com a articulação e acompanhamento, do Governo de Minas Gerais. “A criação desse grupo foi uma reivindicação do movimento de mulheres do campo que viram no Cedraf um espaço de interlocução para construção de políticas agrárias dentro da Seda”, disse. Outras secretarias de Estado e entidades podem acompanhar e contribuir para a discussão dos temas em pauta. As instituições deverão indicar à Secretaria Executiva do Cedraf- MG os nomes dos seus representantes para comporem os grupos temáticos.

cedraf_4