Destaque »

Corredora araxaense supera atletas da elite e chega em 21º lugar na Prova Internacional de São Silvestre

11 de Janeiro de 2018 – 21:48 |

Com um desempenho especial e muita dedicação, a atleta araxaense Patrícia Rodrigues Ribeiro Martins de 37 anos, foi uma das corredoras destaques,  na última edição …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Notícias

Vinte cidades mineiras recebem representantes do BDMG na 2ª Caravana Geraminas Social

geraminasA segunda rota da Caravana Geraminas Social percorreu três regiões de Minas Gerais para apresentar aos parceiros e empresários os diferenciais da nova linha de financiamento do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG): Geraminas Social. Foram 20 cidades: Caetanópolis, Paraopeba, Cordisburgo, Curvelo, Felixlândia, Inimutaba, Presidente Juscelino, Morro da Garça, Corinto, Santo Hipólito, Monjolos, Diamantina, Gouveia, Datas, Presidente Kubitschek, Serro, Alvorada de Minas, Conceição do Mato Dentro, Dom Joaquim e Morro do Pilar. Ao todo, as duas primeiras caravanas visitaram 44 cidades nas regiões do Vale do Caparaó, Vale do Aço, Vale do Rio Doce, Região Metropolitana, Alto Jequitinhonha e Região Central. “Em todo lugar que passamos, o BDMG é sempre muito bem recebido. Desta vez, visitamos 20 cidades, sendo que Caetanópolis, Paraopeba, Curvelo, Diamantina e Gouveia não são de baixo dinamismo, mas muito importantes na rota que fizemos pelo porte e pela presença de Correspondentes Bancários ativos e com atuação estendida a municípios menores”, explica Rodrigo Teixeira Neves, gerente geral de Micro e Pequenas Empresas do BDMG. Ele explica que, nestas cidades, a atividade econômica é voltada para o comércio, como medicamentos (drogarias), roupas e calçados, gêneros alimentares (mercearias e pequenos supermercados) e lojas de materiais de construção, além de algumas atividades ligadas ao segmento de serviços (pequenas clínicas, provedores de internet etc). Izair dos Santos Ferreira, dono da Mercearia do Zazá na cidade de Taparuba (Caparaó), foi um dos microempresários que solicitaram financiamento pelo Geraminas Social e soube utilizar bem os recursos obtidos. Outra empresa que obteve crédito foi a de Maria Leonor Vasconcelos, a loja Sentinela Confecções e Presentes, na cidade do Serro (Alto Jequitinhonha). “Valeu muito a pena pegar este financiamento e, com certeza, veio em boa hora em função da situação econômica nacional. Meu foco foi capital de giro e também abastecer meu estoque. O atendimento foi ótimo e tudo se resolveu facilmente”, comemora. O Geraminas Social é uma linha de crédito inédita no mercado, específica para empresas localizadas em municípios com Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) menor ou igual a 0,667 (média IDHM do Estado). O seu diferencial são as taxas atrativas, a partir de 1,69% ao mês, inferiores à média do mercado. Os prazos são maiores para quitar o financiamento, podendo chegar a 51 meses.  A equipe do BDMG está planejando a próxima caravana, a ser realizada no mês de outubro.