Destaque »

Catarina enfrenta ventos fortes, mar agitado e baixa temperatura da água na travessia do Canal da Mancha

13 de setembro de 2019 – 18:25 |

Por Maurício de Castro Rosa
O ser humano é o único animal que arrisca sua vida sem ser para comer ou se salvar de um predador. Ele arrisca a vida por adrenalina, por emoções, por desafios, …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Turismo

Ações para o desenvolvimento da Serra da Canastra e Bacia do Alto São Francisco

índiceA Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Política Urbana e Gestão Metropolitana (Sedru) apresentou, durante reunião técnica para construção de ações integradas para o Desenvolvimento Sustentável e Solidário nas regiões Canastra e Bacia do Alto São Francisco -, a situação do serviço de saneamento básico e as ações sanitárias realizadas, nos últimos anos, nos municípios localizados na área de abrangência do projeto. O encontro, que faz parte do Programa de Desenvolvimento Sustentável e Solidário desenvolvido pelo Governo de Minas Gerais, sob a coordenação da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e que conta com a participação da Sedru, tem o objetivo de construir um espaço de diálogo entre o poder público e a sociedade civil, onde sejam criadas e implementadas politicas públicas nas áreas de infraestrutura; meio ambiente; educação; geração de emprego, renda e inclusão social de famílias e comunidades tradicionais. Dentre as propostas defendidas pelo o projeto, destaca-se a de priorizar a revitalização da Bacia do Alto Rio São Francisco, por meio da preservação e recuperação das matas ciliares e nascentes e a ampliação do serviço de saneamento básico nos municípios da região. Neste contexto do saneamento, a secretária-adjunta da Sedru, Izabel Chiodi, apresentou um levantamento sobre a atual situação sanitária dos 29 municípios da Bacia. Segundo os dados apresentados, 68% dos municípios tem o serviço de abastecimento de água feito pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), por sua vez, os serviços de esgotamento sanitário e de destinação de resíduos sólidos são realizados, na maioria das cidades, pela própria prefeitura.  “Constatamos, ao fazer este levantamento, que há uma diferença considerável na realização e qualidade da prestação de serviços de saneamento básico dentro do mesmo município. Enquanto as zonas urbanas apresentam índices satisfatórios, as zonas rurais têm baixos índices da presença de saneamento”, disse a secretária-adjunta, que destacou, ainda, o apoio da Sedru aos municípios desta região, por meio dos Consórcios Intermunicipais, na elaboração de projetos de engenharia para a implementação  de soluções adequadas para destinação de resíduos sólidos.  Além de ações de saneamento, a Sedru vai contribuir com o projeto com ações de regularização fundiária de terras devolutas nas áreas urbanas, e também no planejamento urbano, oferecendo apoio na elaboração e revisão dos planos diretores dos municípios da região.  O programa, que será inicialmente implementado em 29 municípios da Bacia do Alto São Francisco, nos Territórios de Desenvolvimento Central, Oeste, Noroeste, Triângulo Sul e Sudoeste de Minas Gerais, tem o objetivo principal de promover o desenvolvimento sustentável e solidário, através de um pacto social regional, com foco no binômio: educação e nutrição, tendo a bacia hidrográfica como referência, reconhecendo, respeitando e valorizando a sociobiodiversidade para a formação de um povo saudável, inteligente, criativo e bem humorado.49517652 hfgku IMG_20160123_111952737
parque-nacional-nacente-sao-francisco-old Serrado-Serra-da-Canastra