Destaque »

Catarina enfrenta ventos fortes, mar agitado e baixa temperatura da água na travessia do Canal da Mancha

13 de setembro de 2019 – 18:25 |

Por Maurício de Castro Rosa
O ser humano é o único animal que arrisca sua vida sem ser para comer ou se salvar de um predador. Ele arrisca a vida por adrenalina, por emoções, por desafios, …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Esporte

Vem aí o 5º Circuito Slackline de Araxá

image15O Projeto esportivo e social de Araxá ‘Noix Na Fita’, já se prepara para a realização de mais uma edição do Circuito de Slackine. Uma competição esportiva de vanguarda que a cada dia ganha mais adeptos em todo mundo. Com exlcusividade o JORNAL INTERAÇÃO, conversou com o idealizador, coordenador do Projeto e também praticante do esporte em Araxá Lucas Veríssimo Silva que. “ este ano o 5º Circuito Slackline de Araxá será completo com um circuito com as quatro modalidades: nas cateogiras masculino e feminino( water line, high line, long line e trick line). O ‘Slackline’, é  um esporte de equilíbrio sobre uma fita de nylon, estreita e flexível, praticado geralmente a uma altura de  30 cm do chão. Sua origem vem da escalada, popularizou-se como treino de equilíbrio, e agora, graças a Gibbon, vem sendo desenvolvido e difundido em todo o mundo. O Slackline iniciou-se em meados dos anos 80 nos campos de escalada do Vale de Yosemite, EUA. Os escaladores passavam semanas acampando em busca de novas vias de escalada e nos tempos vagos esticavam as suas fitas de escalada, através de equipamentos, para se equilibrar e caminhar. O Slackline, também conhecido como corda bamba, significa “linha folgada” e pode ser comparado ao cabo de aço usado por artistas circenses, porem sua flexibilidade permite criar saltos e manobras inusitadas.  O ‘slackline’, chegou à Araxá no ano de 2008 e foi difundido por meio do projeto social ‘ Noix Na Fita’, uma iniciativa esportiva de graça, que leva crianças, adolescentes e adultos a tentarem o equilíbrio. Atualmente o Projeto já agrega  cerca de 200 pessoas e vem ganhando espaço em toda cidade. O ponto de encontro é atrás das quadras de tênis do Complexo do Barreiro, todos os domingos, às 14h. Para participar é preciso apenas comparecer ao local e ter força de vontade. acordo com Lucas,  “ o evento será realizado em Araxá na primeira quinzena do mês de agosto de  2016, image17 com data e horário da programação a serema denidas em breve. Este ano a nossa  competição esportiva deverá  reunir em torno de uns 100 participantes de Minas Gerais,  Brasília, São Paulo e Bahia. Só de  Araxá teremos em torno de uns 25 praticantes.” Lucas acrescentou ainda que, “ além do Circuito principal também vamos ter outras ações, provas e atividades de aventura como por exemplo:  rapel sustentado por guindaste, Corrida de Aventura á Noite ( nas trilhas das ruinas do Hotel Rádio com um percurso de seis quilômetro) e um Sprint Eliminator ( Moutain Bike)”. De acordo com o coordenador do Projeto Nóix Na Fita, “ a prova é avaliada de acordo com manobras de estática, criatividade, amplitude, grau de dificuldade e diversidade. Uma comissão formada por 3 juizes representando cada estado participante, julga  as disputas.”  Neste 5º Circuito no regulamento da prova de slackline cada atleta terá dois minutos para executar na fita diversos tipos de manobras com posições de yoga e saltos. No final da competição serão  distribuidos em torno de 5 mil reais de premiação entre os primeiros colocados mais troféu.

image16 image12 image11 image10 image9 image8 image6 image5 image4 image2 image 3image14image7image13