Destaque »

Polícia investiga ataques a veículos em Araxá e ligação com facção criminosa

7 de junho de 2018 – 23:11 |

Ainda se recuperando dos transtornos causados pela paralisação dos caminhoneiros nos últimos dias, a população de Araxá, foi pega de surpresa na noite do último domingo, dia 03 de junho de 2018, com ataques …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Diversos

Espanhóis e chineses podem investir pesado em Araxá, diz Secretário Geraldo Lima Jr.

Espanhóis e Chineses podem investir Página 7Em entrevista exclusiva ao JORNAL INTERAÇÃO, esta semana, o secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Parcerias, Geraldo Lima Júnior, declarou: “É com alegria que revelamos, em primeira mão, para o JORNAL INTERAÇÃO, que a gente, nos últimos meses, tem tido alguns contatos importantes no sentido de buscar novos investimentos e ferramentas que possam gerar emprego, renda e movimentar a economia do município em todos os sentidos.  Nós temos um grupo de investidores espanhóis que estão adquirindo algumas propriedades rurais no município de Araxá com a intenção de implantar em nossa cidade uma grande unidade produtora de ovos, com o objetivo inicial de produzir um milhão e quinhentos mil ovos de galinha por mês e já com a garantia de toda a produção vendida para a empresa JBS [Friboi] e ainda uma outra unidade de abate de aves [frangos] com toda a produção já fechada com a JBS, que seria para exportação para a China.” O secretário disse também que “são contatos preliminares, onde nós não podemos dar detalhes nem maiores informações, pois as negociações ainda estão em curso, e qualquer deslize pode atrapalhar a conclusão do investimento.” Geraldo Lima Júnior ainda disse: “recentemente o prefeito Aracely de Paula recebeu, em seu gabinete, outro grupo de empresários chineses que vieram aqui a convite do assessor do Ministério das Minas e Energia do Governo Temer [ex-diretor da Bungue Araxá], onde esses empresários da China teriam o interesse na instalação, em Araxá, de uma fábrica para a produção de uma mistura utilizada num dos elementos de terras-raras com alumínio. Mas o que nos empolga muito neste momento é o projeto da empresa Vale, que, com o beneficiamento do minério [rocha fosfática] vindo da cidade de Patrocínio, a planta de extração mineral da empresa em nossa cidade que estava no fim ganhará uma sobrevida de mais 80 anos. E a fábrica de Araxá estava para ser fechada a qualquer momento, causando um desemprego enormena cidade.” O secretário disse que “esse minério virá para Araxá por meio da ferrovia e, com isso, vão chegar à nossa cidade, todos os dias, 240 vagões com rocha fosfática e, com isso, vai se instalar em Araxá uma nova empresa para realizar o transporte ferroviário do minério, a VLI), com 500 vagões e 30 locomotivas, onde será implantado aqui um grande pátio de manutenção dos vagões que irá gerar emprego, renda e movimentar ainda mais a economia e o ambiente de negócio do nosso município.”   Finalizando, Geraldo fez outra revelação: “Agora nós estamos com um outro grupo de empresários da Espanha que vão participar de um leilão da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) no mês de setembro e se eles saírem vitoriosos nesse leilão, o grupo espanhol vai implantar, no município de Araxá, uma das primeiras indústrias e usinas de energia elétrica solar do Brasil.”           E145251-F00001-H047SSSS g3 índice índiceccccc índiceff