Destaque »

Festival Saberes e Sabores oferecerá oficinas e degustações em Araxá

20 de julho de 2018 – 23:50 |

O festival Saberes e Sabores  vai levar para Araxá o melhor da culinária mineira. O evento reúne os restaurantes que são referências  na tradição entre os dias 20 e 22 de julho …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Esporte

Cruzeiro confirma Umbro e celebra maior contrato da história em material esportivo

umbro_cruzeiroO Cruzeiro confirmou esta semana a Umbro como a nova fornecedora de material esportivo em substituição à Penalty. O contrato com a empresa inglesa foi firmado até dezembro de 2019. Os valores ainda são desconhecidos, mas é celebrado como o maior da história do clube. “Este é o maior contrato já firmado pelo Cruzeiro em toda a nossa história”, comemorou o diretor comercial e marketing do Cruzeiro, Robson Pires. O lançamento das camisas deverá acontecer até o dia 12 de maio. Já a estreia do novo uniforme será na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, sábado, dia 14 de maio, às 21h, contra o Coritiba, no estádio Couto Pereira. “Quero dar boas vindas a Umbro aqui no Cruzeiro. Tenho certeza que pela qualidade do material e pela grandeza da empresa, será um sucesso a camisa da Umbro no Cruzeiro, tanto na conquista de títulos quanto na venda de material esportivo, já que era um desejo antigo da torcida cruzeirense em ter a marca em nosso clube”, disse o presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, em entrevista ao site oficial do clube. “Estamos em um momento ascendente, presente em times de grande expressão. Firmar essa parceria com o Cruzeiro é uma ótima oportunidade de fortalecimento e ganho de espaço, não só no estado mineiro, mas em todo país”, destacou Eduardo Dal Pogetto, gerente de Sports Marketing do Grupo Dass, empresa responsável pela gestão da Umbro no Brasil. A troca do fornecedor de material esportivo do Cruzeiro estaria atrelada aos possíveis atrasos na distribuição dos materiais nas lojas. Desta forma, o clube quebrou o contrato com a Penalty, que não estaria cumprindo uma das cláusulas do acordo. A duração do vínculo com a Penalty era válido até dezembro de 2017. O atraso no repasse do material esportivo foi justamente a causa para o rompimento do contrato do Cruzeiro com a Olympikus, no fim de 2014.