Destaque »

Araxá realiza 10ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

14 de novembro de 2018 – 17:47 |

Foi realizada na última terça-feira, dia 13 de novembro, na Pousada Dona Beja, a  10ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Araxá. O evento reuniu representantes de entidades e …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Esporte

Araxá Esporte Clube 0 x 0 CAP Uberlândia

Ganso perde em Uberaba e se complica no Módulo Dois pág esportes

Ganso perde em Uberaba e se complica no Módulo Dois pág esportes

Por Alcino de Freitas.

O Araxá Esporte Clube pressiona, cria as oportunidades, porém não marca os gols. Tem algum problema de fundamento.

Jogando sábado, 6, no majestoso da Avenida Imbiara  em Araxá, diante do Atlético de Uberlândia, pelo Campeonato Mineiro do módulo II, o alvinegro araxaense não foi além de um empate sem abertura de contagem. Depois de uma pancada de chuva que deixou o gramado do Estádio Fausto Alvim totalmente alagado, teve início a partida, com meia hora de atraso, para mim, um jogo de alto risco. Apesar das dificuldades pelo alagamento do campo, aos dez minutos, o Araxá Esporte criou sua primeira boa oportunidade. Um escanteio cobrado pela esquerda, e o zagueiro Kaio Oliveira subiu de cabeça mandando para fora.  Aos 21 minutos, o lateral Fernando Augusto chutou forte, e o goleiro Pablo fez boa defesa. Aos 26 minutos, Mário cruzou, e Robinho pegou de primeira para fora. Aos 30 minutos, um chute forte de Tiago Pereira, na rede, pelo lado de fora. Aos 43 minutos, o Atlético de Uberlândia chegou com perigo, mas havia impedimento. Estou detalhando estes lances para o leitor observar que o Araxá Esporte teve mais competência para criar, foi mais consistente, mas faltou marcar o gol. No segundo tempo, se enumerar as oportunidades que foram criadas, são maiores do que as que eu já descrevi. Dez minutos, Fernandinho cobra falta com muito perigo; onze minutos, escanteio cobrado, e o Araxá Esporte reclama de mão da zaga dentro da área; quatorze minutos, Fernandinho cruza, e Mário escora para fora; vinte e um minutos, Fernandinho cobra falta, e o goleiro defende; vinte e dois minutos, Guilherme chuta de fora da área para fora; vinte e seis minutos, Mário perde boa oportunidade; vinte e sete minutos, Guilherme cobra falta chutando pela linha de fundo; quarenta minutos, Mário faz um bom passe para Tiago Pereira, que chuta fraco nas mãos do goleiro. Portanto está aí, caro leitor, o que foi a partida. O Araxá Esporte comandando as ações, sendo contundente, tentando fazer o resultado, mas inoperante nas finalizações. Podem me perguntar se faltou raça, disposição… Não, não faltou. Faltou um futebol rápido, envolvente? Não, infelizmente o estado precário do gramado não permitia um futebol técnico. Após quatro partidas sem marcar um gol, continuo acreditando que ainda está faltando um fundamento, o qual eu não sei. Se soubesse, diria.

Araxá Esporte Clube: Cristiano, André, Kaio Oliveira, Helbert, Fernando Augusto; Maxsuel, Guilherme, Vinícius (Marcel), Robinho (Diego); Tiago Pereira e Mário.  Técnico: Luiz Eduardo.

CAP Uberlândia: Pablo, Barone, Cocada, Alcir, William; Rico, Mário Sérgio, Rafael (Matheus), Rafinha (Dalmo); Isaías (Pedro) e Wilker. Técnico: Eder Paixão Bastos.

Cartão amarelo. Para o Araxá Esporte: Mário, Diego e Fernandinho, e para o CAP Uberlândia: Barone e Alcir.

Árbitro: Ronei Cândido Bastos, auxiliado por Helen Aparecida G. Silva Araújo e Marcelo Giovanine Bortoluce de Souza. 4º árbitro: Paulo César Souza (LAD).

Público: 1.055 pagantes. Renda R$ 10.125,00.

Depois da partida, a torcida denominada Pavilhão Alvinegro fez um protesto contra o técnico Luiz Eduardo, que educadamente reconheceu que estão faltando gols e que a torcida tem todo o direito de protestar.

Tive o prazer de dividir a cabine de trabalho com o senhor Guido Baeck, assessor da FMF e CBF (que avalia os árbitros). O senhor Guido é de nacionalidade Belga, trabalha para a Polícia Militar e é preparador físico dos árbitros de Minas Gerais.

Outros resultados. Chave A: Uberaba 1 x 1 Formiga; Mamoré 2 x 1 Patrocinense.

Chave B: Social 2 x 1 Ipatinga; América T.Otoni 2 x 0 Nacional de Muriaé; e Democrata Gov.Valadares 4 x 0 Minas Boca.

Após o jogo a torcida Pavilhão Alvi-negro protestando contra o técnico Luiz Eduardo

Após o jogo a torcida Pavilhão Alvi-negro protestando contra o técnico Luiz Eduardo

Araxá fazendo aquecimento fora do gramado

Araxá fazendo aquecimento fora do gramado

CAP fazendo aquecimento do lado de fora do gramada

CAP fazendo aquecimento do lado de fora do gramada

DSC03480 DSC03481 DSC03483

Fernandinho melhor jogador da partida pelo Araxá Esporte

Fernandinho melhor jogador da partida pelo Araxá Esporte

Gramado todo alagado

Gramado todo alagado

Trio de arbitragem ao lado dos capitães

Trio de arbitragem ao lado dos capitães