Destaque »

Em final com 6 gols, França bate Croácia e conquista o bi mundial

17 de julho de 2018 – 0:56 |

A vitória sobre a Croácia por 4 a 2, na final da Copa do Mundo da Rússia, no domingo, coloca a França em um novo patamar no futebol mundial. O time …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Educação

Escolas estaduais de Educação Integral receberão recurso para projetos de Rádio Escolar ou Banda/ Fanfarra

sobral_ce_foto-internaVisando o fomento de atividades que contribuam para o enriquecimento das experiências educativas dos estudantes, a Secretaria de Estado de Educação (SEE) irá realizar, este ano, o projeto “Comunicação e Música na Escola”. A iniciativa selecionou 570 escolas estaduais para desenvolverem ações de Educação Integral com foco na formação musical e em comunicação dos estudantes. Serão investidos R$11,7 milhões, sendo que cada escola receberá R$ 20 mil. O recurso deverá ser utilizado para compra de materiais. “Esse recurso vai possibilitar a ampliação das atividades ofertadas aos estudantes. As nossas escolas carecem de uma materialidade para a execução das atividades, então levando este recurso vamos poder contar com bons instrumentos e equipamentos básicos para o funcionamento das atividades”, ressalta a coordenadora das ações da Educação Integral na Secretaria de Estado de Educação, Rogéria Freire. Ainda este mês, serão encaminhadas para as escolas orientações para compra desses materiais. Do total de escolas selecionadas para participar do projeto, 151 optaram por Rádio Escolar e 419 por banda ou fanfarra.  As escolas contempladas irão desenvolver as atividades no espaço da Educação Integral. Ao todo, 1.428 se inscreveram para participar do projeto “Comunicação e Música na Escola”. As 570 escolas selecionadas atendiam aos seguintes critérios: ofertavam Ensino Fundamental e Ensino Médio; desenvolviam ações de Educação Integral; participavam de algum polo de Educação Integral; desenvolviam algum projeto de banda ou rádio escolar, mas não tinham instrumentos próprios; que tinham algum projeto de banda ou rádio escolar com a comunidade e que apresentavam alguma demanda para o desenvolvimento dessas ações. A partir deste mês, 1.763 escolas estaduais iniciarão o ano letivo com ações da Educação Integral. “Essas escolas são aquelas que desenvolveram as ações em 2015 e que têm recurso de alimentação escolar, manutenção e custeio para iniciar as ações de Educação Integral”, destaca Rogéria. Em 2015, foram atendidos cerca de 130 mil alunos na Educação Integral e para este ano, a meta da Secretaria é ampliar esse quantitativo para 200 mil estudantes, é o que explica Rogéria Freire. “Desde o final do ano estamos fazemos um movimento para ampliar o atendimento onde já temos e implantar a Educação Integral nas escolas que ainda não ofertam essas ações. Contamos sempre com as Superintendências Regionais de Ensino que já estão fazendo este levantamento das escolas que desejam participar dessa iniciativa”.escolas tempos integralprojetos 1 índice