Destaque »

Comandante da Capitania Fluvial de Minas Gerais visita Araxá

20 de fevereiro de 2020 – 19:24 |

A Capitania Fluvial de Minas Gerais, com sede em Belo Horizonte desde dezembro de 2018, está ampliando sua área de atuação e deve instalar unidades no Triângulo Mineiro e região do Rio Paranaíba. No …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Educação

Rede Estadual de Ensino incentiva projetos relacionados a trabalho e estágio

Escola Estadual Dona Antônia Valadares da cidade de Divinóplolis. Crédito: Lúcia Sebe/Secom MG Data: 25-08-2011 Local: Divinópolis

A Secretaria de Estado da Educação (SEE) alterou o conteúdo curricular no Ensino Médio do turno da noite de forma a atender à realidade dos alunos do noturno e da Educação de Jovens e Adultos – EJA, estimulando a produção de projetos de inclusão ao mundo do trabalho. Um horário de 45 minutos por semana será destinado à nova disciplina “Diversidade, Inclusão e Mundo do Trabalho (DIM)”. A disciplina será ministrada de forma interdisciplinar e conjunta, por professores das áreas de conhecimento: Matemática, Linguagens e Códigos e Ciências da Natureza e Humanas. A proposta é que esses alunos usem conhecimento e prática, elaborando projetos que conciliem suas potencialidades às necessidades de seu ambiente de trabalho ou estágio.  A SEE firmou parceria com diversos agentes de integração, para que possam dar suporte de conteúdo e pedagógico às mais diversas iniciativas. Os professores do Ensino Médio noturno estarão monitorando 200 horas de aulas não presenciais voltadas a trabalhos de conteúdos e interdisciplinares, realizados além dos muros da escola. “Cada projeto, a ser escolhido por alunos e professores, terá abrangência diversificada, podendo ser individual, em grupo, por sala de aula ou mesmo que atenda todas as turmas da escola”, explica o diretor do Ensino Médio da SEE, Wladmir Coelho. Em parceria com a Prodemge, a Secretaria de Estado da Educação está desenvolvendo o “Portal do Estágio”, um canal de comunicação virtual, que será alimentado pelos professores, com sugestões e informações dos projetos em andamento. Por meio desse portal os educadores também poderão receber e analisar propostas de estágios, oferecidas pela comunidade do trabalho, e promover a interação entre as escolas e as empresas.