Destaque »

Estradas mineiras registram 25 mortes no feriado prolongado

17 de outubro de 2018 – 13:59 |

As estradas que cortam Minas Gerais novamente foram palcos de tragédias em mais uma feriado prolongado. De quinta-feira a domingo, durante a Operação de Nossa Senhora Aparecida, foram registrados 25 mortes em acidentes, uma média …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Meio Ambiente

Catástrofes naturais custaram US$ 85 bilhões em 2015

catastrofes naturais 3O custo das catástrofes naturais e dos desastres retrocedeu em 2015, a US$ 85 bilhões, segundo uma primeira estimativa publicada nesta segunda-feira(28) pela resseguradora suíça Swiss Re. O número se situa abaixo da média da última década, na qual as perdas econômicas foram a cada ano de US$ 192 bilhões, indicou a segunda maior resseguradora do mundo em um comunicado. Também são inferiores às perdas de 2014, quando alcançaram US$ 113 bilhões. Neste ano, as perdas econômicas derivadas das catástrofes naturais chegaram a US$ 74 bilhões, enquanto os desastres causados pela ação humana, como os acidentes industriais, somaram US$ 11 bilhões. Do total, US$ 32 bilhões de perdas econômicas estavam cobertos pelas empresas de seguros, estima a Swiss Re em um estudo. A
resseguradora afirma que as explosões de agosto no porto chinês de Tianjin serão o desastre mais caro do ano de 2015. As estimativas
principais-catastrofes-naturais-do-seculo-5sobre o custo deste desastre são até o momento incertas, embora as primeiras indicações apontem a ao menos US$ 2 bilhões. Seria, neste caso, o desastre mais caro da história na Ásia para as seguradoras. Por sua vez, a tempestade de inverno que atingiu os Estados Unidos em fevereiro foi a catástrofe natural mais cara para as
companhias de seguros, ao gerar perdas estimadas em US$ 2,7 bilhões, dos quais US$ 2,1 bilhões estavam cobertos. Um total de 26.000 pessoas perderam a vida em catástrofes naturais e desastres em 2015, segundo o cálculo da Swiss Re.