Destaque »

“Grande Arraiá” anima o fim de semana com música, dança, humor e comidas típicas

17 de julho de 2019 – 11:57 |

Evento com entrada gratuita será realizado no pátio da Fundação Cultural Calmon Barreto
 
Caldos, churrasco, quentão, pastel? Tem.
Quadrilha pra quem for e pra ver? Não falta.
Humor e os …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Esporte

Presidente do Cruzeiro confirma contratações de Sánchez Miño e Douglas Coutinho

cruzeiromosaicointernaO presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, confirmou, em entrevista exclusiva à Rádio Itatiaia, a contratação dos dois primeiros reforços para a temporada 2016. São eles o meio-campista Sánchez Miño, de 25 anos, que estava no Torino-ITA, e o atacante Douglas Coutinho, de 21, que defendeu o Atlético-PR nas últimas temporadas. “Já temos pelo menos dois jogadores que a gente pode dizer para vocês que a gente já acertou, que são o Douglas Coutinho e o Sánchez Miño. Estes já estão garantidos. Então, a gente tem ainda a possibilidade, e estamos lutando, para reforçarmos ainda mais a equipe e até a passagem de ano, se Deus quiser, a gente pode anunciar outros jogadores que vão fazer esse time nosso melhorar de rendimento ainda mais”, disse o mandatário celeste. Gilvan deixou claro que não pretende se desfazer de jogadores importantes do elenco, como o zagueiro Dedé e o atacante Willian. “A gente sabe perfeitamente que jogadores deste nível são jogadores que todo mundo deseja, todo mundo quer. Mas agora não estamos abertos para estas negociações não e os atletas querem ficar no Cruzeiro, querem ganhar títulos. Ainda mais estes atletas que você citou”, enfatizou.  O presidente do Cruzeiro também falou sobre a possibilidade de a Caixa Econômica Federal assumir o posto de patrocinador máster do Cruzeiro a partir de 2016. Segundo ele, o governador Fernando Pimentel entrou nas negociações, o que pode contribuir diretamente para um desfecho favorável nas negociações. “Nós estivemos com o governador do estado, pedimos a ajuda dele, porque ele é muito ligado ao governo federal, para que a gente pudesse voltar a dialogar com a Caixa. Nós já estivemos quase fechados com a Caixa, mas em janeiro do ano passado (deste ano), com a reeleição da presidente do Brasil, foi trocada a direção da Caixa Econômica e a nova presidente da Caixa não confirmou o patrocínio. Mas agora, com a entrada do governador auxiliando os clubes mineiros, com o esforço também do ministro do Esporte, nós estamos com muita esperança de que agora no mês de janeiro a gente assine este contrato”, explicou.