Destaque »

Presidente eleito Jair Bolsonaro é diplomado pelo TSE

11 de dezembro de 2018 – 12:18 |

O Tribunal Superior Eleitoral diplomou na  segunda-feira (10) o presidente eleito, Jair Bolsonaro, e o vice, Hamilton Mourão.
Jair Bolsonaro chegou cedo na base aérea do Galeão, no Rio de Janeiro. Estava acompanhado da mulher Michele, …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Destaque

Dínamo e Grei são os finalistas do Amador 2015.

Por: Alcino de Freitas.
Realizado no Estádio Municipal Fausto Alvim, no último domingo, 8, uma rodada dupla dos semifinalistas do Campeonato Amador de Araxá – 2015, o qual acabou apontando os dois finalistas que irão decidir o título de campeão do certame.
A primeira partida entre Dínamo e Tigrão foi de grande surpresa. A experiente equipe do Tigrão, que sobrou na partida de ida, foi surpreendida pelo jovem e competitivo time do Dínamo. Homogêneo, ousado, aceso durante toda a partida, teve o maior aproveitamento em campo. Já o Tigrão não reeditou sua performance. No primeiro tempo, um jogo muito disputado, principalmente no meio de campo, deixando o jogo pouco criativo e de poucas finalizações. Um lance a ser registrado foi a contusão do atacante Malaia, que, após uma queda, deixou o campo, com um deslocamento no ombro. As grandes emoções ficaram reservadas para o segundo tempo. Guilherme Mascote, que substituiu Malaia, acabou abrindo o marcador aos 17 minutos. Dínamo pressionava, quando Mascote recebeu uma bola pelo meio e bateu de primeira, vencendo o goleiro Dida. Aos 26 minutos, Pelezinho mandou uma bola contra o travessão. Aos 40 minutos, o goleiro Dida recebeu cartão amarelo por ter deixado a meta e, fora da área, ter pegado a bola com a mão. Aos 41 minutos, aconteceu o segundo gol do Dínamo. Com bastante habilidade, o atacante Artur, que também saiu do banco de reservas, marcou um gol espetacular, quando, com categoria, chutou por cobertura. Aos 49 minutos, Ezequiel, cobrando falta, obrigou o goleiro Edney a espalmar para escanteio. Uma vitória justa e que mostrou ao técnico Fernando Luxa ter em seu banco de reservas bastantes alternativas dentro de seu plantel. Substituições bem feitas e que não deixaram cair o ritmo de jogo empregado pelo Dínamo.
Dínamo: Edney, Dunguinha, Lucão, Igão, Kelvi (Zé do Tim); Caio Xaropinho, Liniker (Igor Goiaba), Lucas Rebite (Igor Gaega), Pelezinho; Xande (Artur) e Malaia (Guilherme Mascote). Técnico: Fernandinho Luxa.
Tigrão: Dida, Wilker (Ezequiel), Fred, Juninho Minax, Rafael Lemos; Cafu, Ramon (Princesa). Filhão (Tiaguinho), Paçoca (Alison); Serginho Gladiador (Binga) e Romarinho. Técnico: Gute.
Cartão Amarelo. Para a equipe do Dínamo: Dunguinha, Liniker, Pelezinho e Artur.
Para o time do Tigrão: Dida, Rafael Lemos e Princesa.
Cartão vermelho para Guilherme Mascote, do Dínamo.
Árbitro: Enivaldo da Mota, auxiliado por Pedro Caetano e José Roberto Chaves. 4º árbitro: Wesley Elias. 5º árbitro: Edilson José. Representante: Anderson Clayton dos Santos.DSC03322 DSC03324

A segunda partida entre

Grei x Vila Nova teve um início pouco contagiante. Os primeiros 45 minutos apresentaram um espetáculo bem abaixo do esperado. A equipe do Grei, um pouco mais incisiva, criou duas boas oportunidades que foram desperdiçadas pelo atacante Caceba. Aos 44 minutos, o goleiro Romero cometeu uma penalidade máxima sobre o lateral Lucas Manguinha. Bebeto, encarregado da cobrança, chutou com maestria e fez 1 a 0 a favor do Grei. O segundo tempo iniciou proporcionando maiores emoções. Logo aos dois minutos, o Vila teve uma falta a seu favor. Tiago Humberto cobrou e obrigou o goleiro Fabinho a praticar uma bela defesa. Aos sete minutos, o zagueiro Jorge derrubou Bruninho dentro da área. Penalidade máxima. Moulay, encarregado da cobrança, chutou e converteu. Partida empatada. Em seguida, Eder comete falta e deixa o gramado, pelo segundo cartão amarelo. Aos 14 minutos, Grei marca o gol da vitória. Bebeto faz boa jogada, cruza, e Caceba, de cabeça, manda para o fundo das redes. Com a vantagem de ter um a mais em campo, a equipe do Grei passou a pressionar e a criar mais. Aos 40 minutos, Vitor e Anderson, chutando durante o mesmo lance, acertaram a trave adversária por duas vezes. Aos 41 minutos, Mateus Ibiá obriga o goleiro Romero a realizar excelente defesa, e, aos 44 minutos, o mesmo Mateus Ibiá manda um “balaço” contra o travessão de Romero.
Grei venceu com: Fabinho, Lucas, Jorge (Carezzato), Anderson, Kamu; Dalmer, Fabrício, Daniel (Carioca), Diego (Mateus Ibiá); Bebeto (Cristiano) e Caceba (Vitor). Técnico: Wellington Bem Bão.
Vila Nova: Romero, Teteu, Vinícius (Bruninho), Kim, Everton Negão; Eder, Renato Augusto, Tiago Humberto, André (Amaral); Belchiorzinho (Robert), e Moulay. Técnico: João Paulo.
Árbitro: Marcilio Adriano, auxiliado por Vicente dos Reis e Márcio Lúcio. 4º árbitro: Denilson Moura. 5º árbitro: Berivaldo Lopes. Representante: Anderson Clayton dos Santos.
Cartão amarelo. Para a equipe do Grei: Jorge, Bebeto, Carioca e Caceba. Para a equipe do Vila Nova: Romero e Everton Negão.
Cartão vermelho: para Eder e Everton Negão do Vila Nova. DSC03321 DSC03325