Destaque »

Araxá realiza 10ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

14 de novembro de 2018 – 17:47 |

Foi realizada na última terça-feira, dia 13 de novembro, na Pousada Dona Beja, a  10ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Araxá. O evento reuniu representantes de entidades e …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Cultura

Projeto Circuito de Artes Cênicas do Coafro encerra atividades em Araxá

O projeto “Circuito de Artes Cênicas”, realizado pelo Conselho de Participação e Integração da Comunidade Afro-brasileira de Araxá (Coafro), encerrou suas atividades neste domingo, 17, com várias apresentações culturais. O projeto, que foi realizado pelo Coafro e patrocinado pelo Ministério da Cultura e pela Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM), teve duração de dois meses.

Para o encerramento, uma grande estrutura foi montada no estacionamento do estádio Fausto Alvim e, durante toda a tarde, vários grupos se apresentaram para um público bem diversificado de nossa cidade.

O primeiro a se apresentar foi o grupo de Capoeira “Zumbaia”, que deu seu recado com a participação de vários integrantes e interagiu de maneira positiva com o público, levando pessoas que não faziam parte da modalidade a lutar também com o mestre Petrólio. Logo em seguida, foi a vez dos meninos do projeto “Tambores Africanos”, acompanhados do ritmista Quiones e da vocalista Jordana e no violão, Danilo com uma grande apresentação.

O grupo de Maculelê Ginga Brasileiro subiu ao palco e, além de encantar a todos, matou a curiosidade de muitos que não conheciam essa cultura. Já ao cair da tarde, foi a vez da dança Afro-Negras Guerreiras, que deram um brilho especial no dia de apresentações.

A seguir foi a vez da peça de teatro “O Legado da Cor”, que contou a história dos escravos e um pouco sobre o Quilombo de Ambrósio. E para encerrar as apresentações, os dois grupos de Hip Hop de Araxá, “Guerreiros da Resistência” e “Família Inteligência Clã”, deram seu recado ao público. Já por volta das 21 horas, um grande show do grupo Louco por Você foi realizado, também com um grande público e fãs.

Segundo o gestor de projetos do Coafro, Antônio Carlos da Silva, essa iniciativa da entidade foi muito importante devido ao resgate da cultura, preservando os costumes e tradições da cultura afro-brasileira, tendo em vista que o Brasil é o país com maior população de origem africana. “Nosso balanço é superpositivo, por conseguir propiciar uma oportunidade para os grupos se apresentarem sendo que anteriormente eles não tinham um palco para isso, então tivemos condições de disponibilizar toda essa estrutura de palco e som aos grupos”, comentou.

O evento ainda recebeu as visitas de dois empresários e músicos da cidade de Pratápolis, localizada no Sul de Minas, José Lucas e Rodrigo Bicego, que vieram conhecer de perto o projeto, além do empresário Paulo Costa Júnior, proprietário da Rádio Pagode FM, com sede em São Paulo.

O gestor de projetos destacou que essa primeira edição também visou à formação de público para este circuito. “Essas pessoas que estão aqui hoje se sentem valorizadas. Eu estou muito feliz de estar aqui hoje [17] no estacionamento do Estádio Municipal Fausto Alvim e com essa população presente. Isso daqui é formação de público. Vou ficar muito feliz se daqui a dois anos o público for crescendo. O nosso povo quilombola é lutador e temos paciência. Nosso objetivo é que esse projeto seja realizado em outros municípios”, finalizou.

Encontro de congadas e moçambiqueiros de Araxá e região

O bairro São Pedro foi palco de um grande encontro de congadas, também no dia 17, dentro do projeto “Circuito de Artes Cênicas”. Mais de 20 grupos de congadas das mais diversas cidades da região, começaram a chegar a Araxá. O evento, que já é tradicional e faz parte do calendário, foi prestigiado por um grande público que aprecia essa arte ou teve o interesse de conhecer o que é uma congada.

A Prefeitura Municipal de Araxá, a Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM), a Fundação Cultural Calmon Barreto (FCCB), a população que doou alimentos e o Coafro foram os patrocinadores da festa, organizada pela Associação de São Benedito e Nossa Senhora do Rosário.

A festa começou com um café da manhã, servido em vários locais da cidade e depois as apresentações dos grupos de congadas. Araxá apresentou três grupos, que chamaram atenção no vestuário. O grupo de folia de reis de Estrela Dalva, o grupo de Moçambique Liberdade Liberdade e o grupo Maculelê Ginga Brasileira foram patrocinados com o vestuário e transporte pelo Coafro como parte do projeto Circuito de Artes Cênicas.

Ao meio-dia, foi servido almoço para mais de 800 pessoas, em locais diferentes, feito com bastante carinho por voluntários e festeiros.

As apresentações se encerraram após a procissão de São Benedito no final da tarde.