Destaque »

CIMTB: Avancini vence pela 5ª vez em Araxá

20 de Abril de 2018 – 1:49 |

Henrique Avancini e Chloe Woodruff  foram os mais rápidos na somatória de tempo. Decisão aconteceu na tarde de domingo (15).
Com a mão aberta em alusão as 5 vitórias Avancini soltou o grito de vitoria com muita …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Educação

Fada oferece cursos de Braille e Libras

Cursos reforçam importância da inclusão social.

Começaram, na última semana, no anexo da Biblioteca Municipal, os cursos de braile e libras oferecidos pela Associação de Assistência à Pessoa com Deficiência de Araxá (Fada). As aulas são voltadas a educadores e a familiares de pessoas com deficiência visual, auditiva e a membros da comunidade. Segundo dados do Instituto Brasileiro que Geografia e Estatística (IBGE), divulgados em 2011, cerca de 24,5 milhões de pessoas possuem algum tipo de deficiência no Brasil.

A Fada desenvolve essas oficinas desde 2000, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida de pessoas com necessidades especiais. “Com isso, ajudamos na inclusão social. É muito difícil colocar uma pessoa surda, por exemplo, na escola e ninguém conversar com ela por falta de preparo dos profissionais”, afirma a diretora administrativa da instituição, Maria da Conceição Aguiar Santos.

O curso de braile está sendo ministrado sempre às terças-feiras, das 18h às 20h, e o de libras, às quintas-feiras, no mesmo horário. Somados, os dois têm uma carga horária de 420 horas. As aulas terão uma parte teórica e outra prática. Os participantes pagam um valor mensal de vinte e cinco reais.

Segundo a professora de braile, Marinês Firmina da Silva, esse curso é muito importante para a inclusão. “O conteúdo programático conta com a apresentação de um breve histórico sobre o sistema braile, a escrita em si, como registrar os símbolos, as letras e a leitura. Já as aulas de libras, serão mais generalizadas, porque são baseadas em comunicação visual, então, vamos trabalhar muito os sinais e a importância no processo de alfabetização,” explicou.

O objetivo desse trabalho é proporcionar o conhecimento aos alunos, além de incentivar e facilitar o processo de comunicação entre pessoas. Esse é o caso da babá Maria da Glória de Andrade, que se matriculou no curso. “Braile eu sempre tive curiosidade em conhecer, agora libras foi depois da chegada de um sobrinho que veio morar comigo. Estava muito difícil de comunicar com ele, por isso resolvi fazer para ajudar”, afirmou.

As inscrições ainda estão abertas, o valor da mensalidade é vinte e cinco reais. Os interessados podem procurar a sede da Fada na Rua Jaime Jacob de Ávila, nº 645, Vila Silvéria, ou fazer contato pelo telefone (34) 3662-2634.