Destaque »

Presidente e novo Diretor Industrial da CBMM destacam importância do relacionamento com a cidade

9 de dezembro de 2017 – 11:59 |

Na noite da última terça-feira, dia 05 de dezembro de 2017, a direção da empresa CBMM, se reuniu com profissionais da imprensa araxaense num encontro tradicional de confraternização de fim de ano, no salão …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Destaque

Inquérito policial sobre compra e venda de apoio político na Câmara Municipal de Araxá, indicia 7 vereadores

Foto conclusão inquerito policial vereradoresEm entrevista coletiva à imprensa local, na sexta-feira passada ( dia 23 de outubro de 2015), a  Polícia Civil de Araxá revelou a conclusão do inquérito  policial a respeito da  compra e venda de apoio político na Câmara Municipal de Araxá. Os detalhes sobre o encerramento das investigações foram repassados pelos delegados Dr. Cézar Felipe Colombari e Dr. Conrado Costa da Silva. De acordo com a Polícia Civil, após todas as apurações sete pessoas foram indiciadas no inquérito policial: : o ex-vereador e presidente da Câmara Municipal de Araxá, Miguel Alves Ferreira Júnior; os vereadores afastados Carlos Alberto Ferreira (Cachoeira), José Domingos Vaz, José Maria Lemos Júnior (Juninho da Farmácia), Amilton Marcos Moreira (Sargento Amilton) e Marcílio Faria (Marcílio da Prefeitura), além de Eustáquio Pereira que a exemplo de Miguel Júnior, também renunciou ao cargo.   De acordo com a Polícia Civil, foram indiciadas sete pessoas. São elas: o ex-vereador e presidente da Câmara Municipal de Araxá, Miguel Alves Ferreira Júnior; os vereadores afastados Carlos Alberto Ferreira (Cachoeira), José Domingos Vaz, José Maria Lemos Júnior (Juninho da Farmácia), Amilton Marcos Moreira (Sargento Amilton) e Marcílio Faria (Marcílio da Prefeitura), além de Eustáquio Pereira que a exemplo de Miguel Júnior, também renunciou ao cargo. Na entrevista, os delegados revelaram que  Miguel Júnior e Carlos Alberto Ferreira ( Cachoeira)  seriam os “chefes do esquema de corrupção. Sendo assim ele estão sendo indiciados pelos crimes de corrupção ativa e associação criminosa. Já  os vereadores afastados,  Sargento Amilton, Eustáquio Pereira, José Domingos, Marcílio Faria e Juninho da Farmácia estão sendo indiciados por corrupção passiva e associação criminosa”.  Dr. César Felipe Colombari  foi contundente ao dizer que, ‘ a Polícia Civil não tem dúvidas em relação a participação de cada um dos sete parlamentares municipais no esquema e todas as acusações foram comprovadas através de escutas telefônicas”. O documento final ( inquérito policial), foi  encaminhado ao Ministério Público ( Promotoria de Justiça), que deverá fazer a analise e oferecer ou não as denúncias à Justiça com pedido de abertura do processo penal. Até o fechamento desta edição a reportagem do JORNAL INTERAÇÃO, tentou entrar em contato com os sete vereadores indiciados, mas nenhum quis se pronunciar sobre o indiciamento da polícia civil.