Destaque »

FestNatal dará visibilidade a campanhas solidárias neste fim de ano

20 de novembro de 2018 – 11:36 |

Empresas, instituições e pessoas que queiram realizar campanhas solidárias neste fim de ano poderão contar com o suporte do FestNatal 2018 em suas ações. Uma das propostas desta edição do evento é que ele congregue …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Notícias

Greve dos bancários: 60% da categoria estão parados em Araxá

José Roberto Alves Prs. Sin Banc. AraxáAté o fechamento desta edição, de acordo com o presidente do Sindicato dos Bancários de Araxá, José Roberto Alves, sessenta por cento dos bancários que atuam nas agências locais, estavam com suas atividades paralisadas em função da greve nacional da categoria, deflagrada em todo Brasil no último dia, seis de outubro. Segundo disse ao JORNAL INTERAÇÃO, o presidente José Roberto, “ a greve vai continuar e não tem data para terminar. Enquanto os banqueiros não atenderem as nossas reivindicações, vamos continuar de braços cruzados. Hoje é uma vergonha o salário de um bancário e seu benefícios também são mínimos.” Ainda segundo o Presidente do Sindicato dos Bancários de Araxá, José Roberto Alves, “ em Araxá, poucas agências estão funcionando. E aquelas que ainda estão abertas, trabalham sobrecarregadas e comprometendo os serviços de atendimento ao cliente. Nossa expectativa é que possamos ter novas adesões no decorrer do movimento em Araxá.” É bom esclarecer ao cidadão, que as agências que estão em total funcionamento, são obrigadas a receber o pagamento das demais agências. “Gostaria de alertar a população, que esses bancos que estão funcionando, não podem recusar receber títulos [pagamentos] de outros bancos. Todos os títulos podem ser pagos até a data do vencimento em qualquer agência bancária.” O sindicalista afirma também que a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) ainda não entrou em contato com o comando nacional de greve, para um possível acordo. “A Fenaban ainda não chamou para negociar e está na mesma. A cada dia mais agências estão aderindo a greve”. Entre as reivindicações da categoria estão: reajuste salarial de 16%, com piso de R$3.299,66, e Participação nos Lucros e Resultado (PLR) de três salários mais R$7.246,82. A categoria também reivindica vales alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá de R$788 cada. A categoria também pede pagamento para graduação e pós, além de melhorias nas condições de trabalho e segurança.greve em araxa bancos cartazes de greve bancos araxá