Destaque »

Polícia investiga ataques a veículos em Araxá e ligação com facção criminosa

7 de junho de 2018 – 23:11 |

Ainda se recuperando dos transtornos causados pela paralisação dos caminhoneiros nos últimos dias, a população de Araxá, foi pega de surpresa na noite do último domingo, dia 03 de junho de 2018, com ataques …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Diversos

Procon de Araxá já atende em novo endereço

Foto Belma Nolli  Procon Araxá

Desde o último dia 21 de setembro, que o Procon de Araxá, já está funcionando em novo endereço. Agora o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) do município de Araxá, está atendendo a comunidade local, à rua Dom José Gaspar, 829 no centro. Segundo informou a secretária-executiva do Procon Araxá, Belma Nolli, “Além do espaço maior, a nova sede está maios funcional e estrutura. Também houve um aumento no número de funcionários para melhor atender à população.” Ainda de acordo com Belma, foi a mudança foi necessária pois o antigo espaço era inadequado. Hoje o Procon de Araxá, faz em torno de 60 atendimentos por dia. O órgão, opera de segunda a sexta, funcionando entre 10h e 15h. São ofertados serviços de orientação, consultas ao Serasa e SPC, e atendimento a reclamação de vários segmentos, entre eles, telefonia, cobranças indevidas, defeitos, devoluções e renegociação de dívidas. o PROCON ARAXÁ foi criado pela Lei 2632, de 9 de setembro.” Ainda de acordo com a secretária Executiva do PROCON ARAXÁ – Belma Nolli – houve um grande avanço nesses 25 anos. A população brasileira nunca esteve tão consciente de seus direitos como hoje. Apesar da mudança de hábitos de consumo desde 1990, o CDC continua sendo importante instrumento para melhorar as relações de consumo bem como para preservar a integridade física e moral do consumidor. Em Araxá, atendemos cerca de 1.100 pessoas por mês, e uma média de 80% desses atendimentos é resolvida dentro do próprio PROCON, sem necessidade de notificações ou encaminhamentos ao juizado. Além disto, o número de pedidos de orientações preventivas vem aumentando, tanto por parte do consumidor, tanto por parte dos fornecedores, o que significa, a nosso ver, que as relações no consumo estão melhorando: consumidores mais informados, mais respeitados e fornecedores mais conscientes desta nova situação, que passaram a respeitar mais o consumidor.