Destaque »

Conheça três das grandes atrações musicais deste fim de semana no FestNatal Araxá

13 de dezembro de 2019 – 16:57 |

Caio Mesquita, Igor Prado e Raphael Wressnig são reconhecidos mundialmente pelo talento e qualidade dos espetáculos
O FestNatal Araxá abre neste fim de semana no Expominas uma série de apresentações musicais que promete encantar …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +

POLÊMICA NA CASA DO POVO: Proposta de redução e congelamento de salários divide opiniões entre vereadores

O JORNAL INTERAÇÃO, repercutiu esta semana entre os vereadores da Câmara Municipal de Araxá, o projeto de resolução que propõe a redução dos salários dos vereadores do município de Araxá. A proposta do Professor Cachoeira ainda prevê o congelamento dos vencimentos dos parlamentares locais, com base neste valor sugerido, até o mês de dezembro do ano de 2020. Segundo o parlamentar, “ hoje pela lei, um vereador de uma cidade com mais de 100 mil habitantes, pode ganhar até 50 por cento do salário de um deputado federal que hoje está em torno de 25 mil reais, o que daria para o vereador de Araxá em torno de 13 mil reais, o que para nós é um absurdo. Com o nosso haveria uma redução de 18 por cento nos gastos da Câmara e esse salário liquido cairia para aproxidamente 6 mil reais.” O vereador do PDT, justificou a proposta explicando que, “nesse momento de crise econômica nacional e de dificuldade financeira em vários setores do nosso País, é preciso que a Câmara de Vereadores de Araxá saia na frente e, num gesto de cidadania, também faça sua parte para tentar reverter esse quadro tenebroso que hoje afeta principalmente o trabalhador e as classes menos favorecidas. Podem até pensar que estou fazendo média, jogando para a galera, mas este é um ato cívico que deveria ser seguido também pelo Executivo.” Na sessão ordinária da Câmara Municipal de Araxá, desta semana ( 04 de agosto), o tema polêmico foi ampliado com uma nova proposta de redução salarial de autoria do vereador do PTdoB Romário do Picolé. O Projeto de Resolução, apresentado por Romário, fixa o valor do subsídio mensal dos vereadores em R$ 3.500 para a legislatura de 2017 a 2020 e dá outras providências como o desconto de ¼ do subsídio mensal para os vereadores que faltarem ás reuniões injustificadamente e o não pagamento do décimo terceiro salário. Segundo o vereador Marcílio Faria o PT, “ eu sou totalmente a favor do projeto do Professor Cachoeira, desde que tenha constitucionalidade. Mas eu acho que hoje o projeto é demagógico, pois há cinco meses quando foi apresentada esta casa uma proposta contra o aumento do nosso salário, somente eu e o vereador Romário votamos a favor. No entanto se a proposta for colocada em votação eu voto a favor.” Para o vereador José Domingos Vaz do PDT, “ é uma proposta positiva, mas na minha opinião nós não podemos votar em causa própria. Eu acho que devemos tratar do assunto para a próxima gestão, mas é um ótimo projeto e eu votaria a favor.” De acordo com o vereador Carlos Roberto Rosa do Partido Solidariedade, “ é um projeto polêmico que a Câmara tem que olhar com atenção. Eu ainda não tive tempo de estudar e analisá-lo ainda, mas minha visão é uma proposta justa e seria.” O líder do governo na Câmara Municipal, vereador do PR Alexandre Irmãos Paulo, disse que “ na minha opinião esse é um assunto de oportunismo. Eu estou aqui na Câmara para trabalhar para o povo e acho que nesse momento se trata de um projeto estranho já que estamos perto de uma eleição municipal. Para mim é um assunto que deve ser tratado no Congresso Nacional, Assembléia Legislativa e não na Câmara. E vou mais longe ainda; sou contra essa proposta e também contra o aumento de vereadores de 15 para 17.” O autor da proposta, o vereador o PDT Professor Cachoeira, disse à reportagem do JORNAL INTERAÇÃO, que “ o mais importante é que a população entendeu e abraçou nossa proposta de reduzir e congelar o salário do vereador de Araxá imediatamente. Se trata de um projeto sério, elaborado com critérios rigorosos e dentro da lei. Nossa intenção é que a medida possa ser aplicada agora, onde o Brasil passa por um séria crise financeira. Esse negócio de querer deixar para votar o projeto para a próxima legislatura é demagogia, pois sugere que o vereador atual que é contra, não quer que mexam no seu bolso( reduzir e congelar salários). Cachoeira disse também que, “ na minha visão, aprovar esse projeto agora é um desafio, um ato moral, exemplar e de coragem do vereador. É preciso que as pessoas tenham responsabilidade e deixem de jogar para a galera. No caso da proposta do vereador Romário, que prevê a redução somente a partir de 2017, eu estou aberto ao debate, mas uma coisa tem que ser dita; o povo esta do lado da nossa proposta e quer que o projeto seja votado ainda este mês”.

reunião da Câmara de Araxá

vereador Alexandre Irmãos Paula

????????????????????????????????????

vereador José Domingos Vaaz

????????????????????????????????????

vereador Professor Cachoeira

GEDSC DIGITAL CAMERA