Destaque »

Araxá realiza 10ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

14 de novembro de 2018 – 17:47 |

Foi realizada na última terça-feira, dia 13 de novembro, na Pousada Dona Beja, a  10ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Araxá. O evento reuniu representantes de entidades e …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +

Internacional, depois da derrota na 1ª rodada, reage e vence o GEF

Por: Alcino de Freitas.

Pela segunda rodada do campeonato amador local, a equipe do Internacional venceu, no último domingo, o time do GEF pelo placar de 2 a 0. A partida foi realizada no Estádio Délcio Campolina (campo do GEF). Um placar até certo ponto surpreendente, uma vez que, na primeira rodada, o Internacional havia sido goleado pela equipe do Santa Terezinha, pelo placar de 5 a 1, e tendo muita dificuldade para a formação da sua equipe. Parece que a sua diretoria trabalhou bem e rapidamente conseguiu contratar novos reforços. Apesar de contar com apenas dois jogadores no banco, conseguiu, no primeiro tempo do confronto, marcar seus dois gols e garantir a vitória. O GEF, um time totalmente em formação, ganhou um novo técnico, um profundo conhecedor de futebol. As  presenças do Dr. Roberto Gregori e do Engenheiro Júlio César  no comando técnico, verdadeiros “gentlemen”,  engrandecem não só o clube, como também a própria competição. Agora, é preciso ter paciência. Não se monta um time da noite para o dia. O GEF só está disputando o campeonato deste ano devido à boa vontade dos senhores José Rubens, do Ronaldo, do Alexandre e de outros dirigentes abnegados. Aliás, na nossa modesta visão, todos os participantes deste campeonato são verdadeiros abnegados. No primeiro tempo de Internacional e  GEF, apesar de um certo equilíbrio, a equipe comandada por Ademir soube aproveitar as chances de gols e conquistar a vitória. O primeiro gol aconteceu logo aos dois minutos, quando, no primeiro ataque, Bodinho lançou para Vitinho que emendou para o fundo da rede. O segundo gol saiu aos 17 minutos; Maicon foi o autor. O Internacional desceu no contra-ataque, e a bola foi lançada na esquerda; Bodinho, aproveitando a saída do goleiro Dudu, fez mais uma assistência a Maicon que assinalou o segundo gol. Nesta fase, o GEF mostrou muita imaturidade. Melhorou bastante no segundo tempo, foi um time mais incisivo, teve maior posse de bola, mas errou no fundamento principal: nos chutes a gol. Neste quesito, o Dr. Roberto terá muito que trabalhar. Pelo lado do Internacional, podemos assegurar que, se tivesse atuado diante do Santa Terezinha como jogou diante do GEF, não teria sido goleado pelo placar de 5 a 1.  Não tem um grande plantel, porém apresentou-se com certo conjunto, soube se defender e administrar o resultado, garantindo os três pontos.

O GEF foi de: Dudu, Joilson, Rogério (Raul), Dudu, Douglas; Timim, Ariterlan, Caio, Douglas Rafael (Maiquinho); Wadan (Chicão), Marcos Teodoro (Canarinho) (Cabeça). Técnico: Roberto Gregori.

O Internacional venceu de: Derson, Marcinho, Renê, Miller, Ian; Bodinho, Lucas, Robert, Vitinho; Tierry (João Copasa) e Maicon. Técnico: Ademir.

Árbitro: Darlan Arnaldo da Silva, auxiliado por Wagner José Marins e Lucas Rafael de Paula.

Cartões amarelos. No GEF: Raul e Ariterlan.

No Internacional: Derson, Miller, Ian, Lucas, Vitinho e Maicon.