Destaque »

Faltam 9 dias para o mineiro escolher os novos Presidente e o Governador

19 de outubro de 2018 – 20:12 |

Faltando nove dias para o embate final nas urnas, para a decisão do segundo turno da contenda eleitoral,  para o cargo de presidente da república do Brasil e para o cargo de  governador de Minas …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Diversos, Turismo

Fórum Comunitário debate o andamento das obras de restauração da Igreja Matriz

De acordo com o presidente da FCCB, Wálter Ogawa, as obras serão entregues em 22 de junho.

O Fórum Comunitário desta segunda-feira, 22, debateu sobre a restauração da Igreja Matriz de São Domingos de Gusmão. As obras que se iniciaram em 2009 até agora não foram concluídas, principal motivo para que a vereadora Lídia Jordão (PP), solicitasse a realização deste Fórum na Casa da Cidadania do legislativo. A restauração da Matriz está orçada em R$ 2,255 milhões, com investimentos da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração através da Lei de Incentivo à Cultura.

A restauração compreende a reforma do telhado, troca do piso e pintura interna e externa. A parte complementar envolve a restauração dos elementos artísticos, acessibilidade, paisagismo e recuperação da hidráulica e elétrica do prédio.

A burocracia foi a principal causa apontada pelo presidente da Fundação Cultural Calmon Barreto (FCCB), Wálter Ogawa, para esse período tão longo de obras. “Decidimos começar o projeto principal assim que tivemos a autorização e depois dar seguimento aos projetos complementares, mas depois de prontos esses projetos ficaram presos no Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) por nove meses”, disse o presidente.

O engenheiro responsável pela obra, Pedrinho da Mata, colocou que a segunda etapa da obra começou atrasada também contribuiu para que a obra demorasse mais que devia. “Teve um atraso para a complementação do seu recurso financeiro, isso ocasionou um período que nós ficamos praticamente parado. Esse recurso foi contemplado no mês de novembro do ano passado e o serviço de parte elétrica, a parte dos lustres internos e a recuperação do piso externo por uma substituição para outra pedra, mas já estamos no estágio final”, comentou o engenheiro.

Durante o fórum, o engenheiro responsável e o presidente da FCCB garantem que essas obras serão entregues até o dia 22 de junho juntamente com a revitalização da Av. Antônio Carlos. “Segundo o nosso prefeito [Dr. Jeová] todo o complexo [Matriz e Antônio Carlos] será inaugurado. Só faltam por parte da Fundação, elementos artísticos da parte interna, talvez fiquem duas capelas para serem terminadas depois, mas entregaremos a obra no dia 22”, salientou o presidente da FCCB.

A vereadora Lídia Jordão (PP), afirmou que apesar da fixação da data de 22 de junho, para a entrega da obra, ela observou que a restauração pode ainda demorar um pouco de tempo para inaugurar, mas considerou o fórum altamente positivo. “Eu considero importante todas as colocações feitas aqui. O fórum é para isso, para a comunidade tomar conhecimento”, ressaltou a vereadora.

Independentemente do prazo que termine a obra, o pároco da Igreja Matriz, Padre Manoel Claro Costa, torce para a restauração do local seja finalizada com plena segurança.

Além de Lídia Jordão (PP), os vereadores Juninho da Farmácia (DEM), Marco Antonio Rios (PSDB) e Mateus Vaz de Resende (DEM) estiveram presentes. A responsável técnica da restauração, Ivani Walendy, e o advogado Antônio Carlos Gonçalves, da Fundação Cultural Calmon Barreto e membros da comunidade também participaram do debate em torno desta obra.