Destaque »

Élvio Bertoni fala das ações e novos projetos de segurança e trânsito em Araxá

20 de Janeiro de 2018 – 15:27 |

Em entrevista exclusiva ao JORNAL INTERAÇÃO, o Secretário Municipal de Segurança Urbana e Cidadania, Élvio Bertoni, fez um balanço das ações da pasta em 2017 e detalhou alguns projetos que deverão ser colocados …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +

Imposto de Renda: prazo para declaração termina nesta quinta

O  prazo final de entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 205, termina nesta quinta-feira dia 30 de abril. De acordo com a Receita Federal, até o final do dia  da quarta-feira, dia 29, em torno de 25 por cento dos contribuintes brasileiros, ainda não tinham entregado o documento. Uma prática que é repetida todo ano, onde muitos contribuintes deixam para prestar contas à Receita Federal, sempre na última hora. A poucas horas do prazo final, cerca de 22 milhões de declarações foram entregues, de um total de 27,5 milhões. Este para agilizar a vida do contribuinte e reduzir a inadimplência, a Receita Federal  facilitou a declaração de quem possui a certificação digital, que pode  fazer a declaração pré-preenchida na página da Receita na internet, na área do e-CAC. Isso também poderá ser feito por um representante do contribuinte com certificação digital e procuração eletrônica registrada no órgão.  No ano passado, 26.883.633 contribuintes enviaram a declaração do IRPF até o fim do prazo. O número ficou aquém do esperado pela Receita em 2014, 27 milhões de formulários. Em 2013, 26,1 milhões de pessoas físicas entregaram o documento. A realidade de Araxá em relação a entrega documento também não é diferente das outras regiões do País. O empresário Antônio Augusto Osme de 35 anos, disse a reportagem do JORNAL INTERAÇÃO, que  “ não é falta de tempo, mas a gente sempre deixa tudo para o último dia. Como sempre neste dia 30 de março é que vou entrar na internet para acertar minhas contas com o “ leão”.  Já o comerciante Luiz Carlos da Silva de 52 anos, afirmou que  repassou as informações, recibos e documentos ao seu contador, no início desta semana. “ A gente vai enrolando, deixando o prazo findar e acaba sempre declarando nos últimos dias, sempre foi assim.”  A cabeleireira, Maria Luiza Santiago de 32 anos, disse que será a primeira vez que terá que declarar os rendimentos, mas nem tem noção de como  fazer. “ Nesta quinta-feira, vou fechar o salão e procurar ajudar para fazer minha declaração.”   Ainda de acordo com a Receita Federal, a   declaração do imposto de renda deve ser feita pelo contribuinte que teve renda igual ou maior a R$ 26.816 em 2014; vendeu algum bem e teve que pagar imposto ao governo; recebeu indenização trabalhista previdenciária no valor acima de R$ 40 mil; e pessoas que fizeram operações na bolsa de valores, independentemente do total em dinheiro precisam declarar. Caso contrário é possível ter restrições com a Receita.  No início desta semana a reportagem do JORNAL INTERAÇÃO,  conversou com a contadora Cacilda Dias Damico, que confirmou que o movimento de clientes em seu escritório de contabilidade, para fazer a declaração do imposto de renda, foi intensificado a partir da última semana.  “ Não tem jeito mesmo. É sempre a mesma coisa. Se tratando do brasileiro, do mineiro e do araxaense, quando o assunto é declaração do imposto de renda, eles deixam tudo para o último dia e às  vezes até deixam de prestar contas junto ao fisco.” Cacilda, disse também que, “ em 23 anos de experiência, no assunto, a gente observa que a cada ano o contribuinte fica mais desleixado.  É incrível, a gene cobra, cobra e eles só nos procuram nos últimos dias. As pessoas alegam  que não têm tempo e que esquecem do prazo de declarar.” Para a contadora,  muitas vezes o contribuinte não tem paciência. “ Na maioria das vezes a pessoa esquece de pegar recibos com médicos, dentista e na última hora ficam correndo atrás para tentar resolver a situação.” Cacilda informa que é obrigatório fazer a declaração do imposto de renda com os recibos, documentos comprobatórios e  notas fiscais em mão. “ Tentar driblar o fisco, dizer que depois se precisar vai apresenta os recibos e comprovantes, é problema na certa, porque com a tecnologia e o novo sistema, a Receita Federal, consegue cruzar os dados e informações em pouco tempo. E o risco é muito grande para quem tentar enganar e fraudar a Receita Federal, pois se trata de crime federal. Se trata  de fraude contra a união e que vai apurar é a Polícia Federal.” Finalizando a contadora alertou que “a  multa mínima é R$ 165,74, mas ela chega a 20% do imposto devido e  um  outro problema para caso não declarar é a restituição do CPF”.  A declaração do imposto de renda deve ser enviada à Receita Federal até a meia-noite deste dia  30 de abril, quinta-feira. Não há prorrogação de prazo.