Destaque »

‘Rock Bocaína 2017’, agitou final de semana esportivo em Araxá

20 de outubro de 2017 – 20:49 |

Foram quatro dias de muita ação, adrenalina e integração esportiva, na realização da 3º edição do Rock Bocaína, que aconteceu no último fim de semana, entre os dias 12 e 15 …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +

1° Festival Acústico da Canção ‘Otávio de Mederos’, em Araxá

O evento, que ocorreu pela primeira vez na cidade, foi uma homenagem ao cantor Otávio de Mederos, morto no ano passado.

A cidade de Araxá sediou pela primeira vez o Festival Acústico da Canção ‘Otávio de Mederos’. O evento reuniu 10 artistas de Minas Gerais e São Paulo, que, com canções próprias, selecionadas por um corpo de jurados, apresentaram-se no palco da Fundação Cultural Calmon Barreto (FCCB), no último sábado, 28. O objetivo foi prestar uma homenagem ao músico Otávio de Mederos, morto no ano passado.

O Festival de Música de Araxá Otávio de Mederos promoveu a troca de experiências entre músicos, compositores, intérpretes, poetas e artistas, que mostraram valorizar a produção musical e cultural de Minas Gerais e de todo o Brasil.

 De acordo com o presidente da FCCB, Walter Ogawa, de 80 inscritos, 10 artistas com canções próprias da Música Popular Brasileira (MPB) foram selecionados para se apresentarem. “Nós tivemos aqui hoje [28] um alto nível, resultado de um trabalho de dois meses de apuração. Foi feito um trabalho pela internet [www.festivalacusticodearaxa.com.br], recebemos músicas praticamente do País todo. Estou satisfeito pelo grande público que tivemos aqui e esse evento está sendo iluminado, com certeza, pelo Otávio de Mederos”, disse o presidente que organizou juntamente o festival com Miguel Júnior.

Na apresentação de cada música, a comissão julgadora avaliava quesitos como ritmo, afinação, presença de palco [desempenho], letra, música [melodia], dentre outros. O festival premiou as três melhores músicas com cinco mil reais, primeiro lugar, três mil reais, segunda posição e dois mil reais,  para a terceira colocação. Nessa modalidade, os premiados foram “Casa dos Espelhos”, de Carlos Gomes, São Paulo (SP), em terceiro lugar, a canção “Agreste”, de Luiz Carlos da Silva (Luiz Dillah), de São José do Rio Preto (SP) e o primeiro lugar foi a música “Praquela”, de Nilo Pinheiro, de Belo Horizonte (MG).

“Fiquei muito surpreso ao ver o resultado. Tive muitos problemas e quase não vim participar do festival. Mas eu pensei que eu estava entre os dez e eu tinha a responsabilidade de estar aqui, porque eu faria falta no contexto geral. Cheguei com problemas de garganta, meu ônibus quebrou no caminho. Mas eu pensei, eu vou para contribuir e homenagear esse rapaz. Araxá é um berço cultural e, se continuar assim, vai ser exemplo para todo o Brasil. Um dia quero voltar para cá”, colocou Nilo.

Já como melhor intérprete, o cantor Luiz Dillah conquistou o prêmio de mil reais. Todos os agraciados receberam o troféu com o nome de Otávio de Mederos. A noite de emoções foi encerrada com a entrega desse mesmo troféu para a mãe do cantor, Suely Mederos Rocha. “Neste momento, é até difícil estar afirmando alguma coisa. Ele está deixando algo diferente, eu não sei do que se trata porque o carinho, o afeto, o carisma e o amor para todos de Araxá é muito grande. Tenho que agradecer a todos. Nasci em Belo Horizonte, mas hoje Araxá é a cidade do meu coração. Se tiver mais festivais como esse, eu sempre vou apoiar”, comentou bastante emocionada com a homenagem prestada ao filho.

Otávio de Mederos era guitarrista, instalou em Araxá uma escola de música que levava seu nome. Em 29 de agosto do ano passado, Otávio morreu, após ter sido brutalmente agredido e internado com traumatismo craniano. “Sua história deixa marcas de muitas lutas, reconhecimentos, saudades eternas e, grande reflexão sobre ‘respeito’ e ‘paz’. Seus familiares doaram seus órgãos, em ato solidário àqueles que precisam construir sua história”, concluiu Suely Mederos.

Para quem quiser conhecer mais sobre a história desse grande artista, o site do festival ainda está no ar no www.festivalacusticodearaxa.com.br.