Destaque »

CIMTB: Avancini vence pela 5ª vez em Araxá

20 de Abril de 2018 – 1:49 |

Henrique Avancini e Chloe Woodruff  foram os mais rápidos na somatória de tempo. Decisão aconteceu na tarde de domingo (15).
Com a mão aberta em alusão as 5 vitórias Avancini soltou o grito de vitoria com muita …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Esporte

Ganso vence e põe um pé na elite do Mineiro de 2013

Torpedos de Osvaldir nocautearam o Mamoré, de Patos de Minas.

                                                                                                     Por: Alcino de Freitas.

Agora é assim, quando não é o goleiro Fred que tranca a porta de sua meta e não deixa ninguém entrar é o lateral direito Osvaldir que, com seus torpedos, nocauteia o adversário. Essa é a tônica de um Araxá Esporte Clube forte, imprevisível, mas com um só objetivo: vencer e chegar à divisão de elite do futebol mineiro. Araxá Esporte Clube e Esporte Clube Mamoré jogaram no sábado, 28, pela terceira rodada do quadrangular final do Campeonato Mineiro do módulo II. A partida foi realizada no Estádio Municipal Fausto Alvim, em Araxá, e a vitória foi do alvinegro araxaense, pelo placar de 3 a 2. No início do jogo, o Araxá Esporte parecia um “furacão”, pois, em menos de dez minutos, já vencia pelo placar de 2 a 0. Aos quatro minutos, o lateral-direito Osvaldir, cobrando uma falta, inaugurava o placar do jogo, quando, entre a linha intermediária e a marca da grande área, soltou um “torpedo”, com a bola batendo no peito do goleiro Tiago Wanderson e indo para o fundo das redes. O segundo gol nasceu da cobrança de um escanteio, aos oito minutos, cobrado por Zé Maria, e o zagueiro André Alves completou de cabeça. Aí é que entra o Araxá Esporte imprevisível. Atuando de maneira convincente, passou a recuar, dando chance ao Mamoré de se reorganizar e, em uma ação participativa, diminuir o placar antes de terminar a primeira etapa. Eram jogados 33 minutos, quando a equipe de Patos desceu em um contra-ataque. Num primeiro lance, após um de seus atacantes chutar, Fred ainda conseguiu realizar a defesa, no entanto, no rebote, a bola sobrou para Evandro, que não perdoou e marcou. O técnico do Mamoré, Eugênio Carlos Souza, que precisava da vitória a qualquer custo, ainda na primeira etapa, colocava mais um atacante em campo para aumentar seu poder ofensivo. Mas, o primeiro tempo terminou com a vantagem do Araxá Esporte, de 2 a 1. Na volta do primeiro para o segundo tempo, mais substituições na equipe do Mamoré, tornando a equipe de Patos de Minas mais perigosa. E o mesmo Evandro que havia diminuído para o Mamoré acabou empatando a partida. Aos 27 minutos, aconteceu uma falta contra o Araxá Esporte. Evandro, encarregado da cobrança caprichou e acabou vencendo o goleiro Fred. O Estádio Municipal Fausto Alvim quase lotado, assistia a um momento trágico, as duas equipes buscando a vitória, mas, a diferença estava nas arquibancadas. Era a torcida alvinegra com sua força e pujança incentivando seu time. E aos 33 minutos, Osvaldir, novamente em uma cobrança de falta, através de um chute potente e certeiro, vencia o goleiro adversário, decretando a vitória araxaense por 3 a 2. Cantos, sorrisos de felicidades estampados nos rostos dos torcedores araxaenses. Era o Araxá Esporte mais perto de conquistar mais um título. Quanto à partida, valeu pelo resultado, pelo espírito de luta empregados pelos valorosos jogadores alvinegros, mas, o time precisa acreditar mais na sua força, na sua eficiência, na sua competência e definir suas partidas com maior precisão, deixando de ser imprevisível.

O Araxá Esporte Clube venceu jogando com: Fred, Osvaldir, André Alves, Felipe Nogueira, Fabiano; Cafu, Zé Maria, Vander (Tiago Marim), Evandro; Tiago Pereira, Hugo Alexandre (Lila) (Marcelino). Técnico: Luís Eduardo Lima.

O Esporte Clube Mamoré perdeu com: Tiago Wanderson, Ricardo, Paulinho, Jonata Machado, Wagner; Tiago Carvalho, Marcelo (Jeferson), Joubert, Evandro; Jonatan (Robert), Robertinho (Maxwell). Técnico: Eugênio Carlos Souza.

Árbitro: Cleisson Veloso Pereira, auxiliado por Wesley Moreira de Carvalho e por Frederico Soares Vilarinho.

O público foi de 3.608 pagantes, para uma renda de R$ 45.995,00.

No outro jogo do dia, o Ipatinga venceu a Tombense por 3 a 1, no Ipatingão e se recuperou da derrota sofrida pelo Ganso na rodada passada. Para o próximo confronto, que será contra o Mamoré, em Patos de Minas, o treinador Luís Eduardo conta com a volta do atacante Diego Peirão, mas não terá o zagueiro André Alves nem o volante Cafu devido ao terceiro cartão amarelo tomado diante do Sapo em Araxá.

Classificação

Em três jogos, o Ganso conquistou somente vitórias e se mantém na ponta, com 9 pontos. Depois, três times dividem a segunda colocação com 3 pontos. Devido aos critérios de desempate, a Tombense está em segundo, o Ipatinga em terceiro e o Mamoré, com a derrota, caiu para a quarta posição.

A quarta rodada marcará a primeira do returno com os seguintes jogos começando às 16h:

Tombense x Ipatinga, estádio Antônio Guimarães de Almeida, em Tombos.

Mamoré x Araxá, estádio Bernardo Rubinger de Queiroz, em Patos de Minas.