Destaque »

Faltam 9 dias para o mineiro escolher os novos Presidente e o Governador

19 de outubro de 2018 – 20:12 |

Faltando nove dias para o embate final nas urnas, para a decisão do segundo turno da contenda eleitoral,  para o cargo de presidente da república do Brasil e para o cargo de  governador de Minas …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Destaque

1ª Pesquisa Eleitoral de 2012 aponta cenário embolado

Cenário eleitoral para a disputa majoritária deste ano em Araxá está embolado. É o que aponta a primeira pesquisa eleitoral registrada sobre as eleições municipais na cidade (TSE/MG-00060/2012). A pesquisa é um projeto em parceria exclusiva do Jornal Interação com o Instituto ContraPonto para as eleições 2012. Foram ouvidas 410 pessoas de ambos os sexos, entre os dias 21 e 23 de abril, com idade superior a 16 anos e de todas as classes sociais. A margem de erro é de 4,8 pontos percentuais.

Segundo Luciano Julusi, que é o gestor de pesquisas da ContraPonto, a indefinição é grande devido ao número de pré-candidatos postos. “Araxá é uma cidade que tem muitos partidos e vários postulantes ao cargo de prefeito, que pese alguns estarem apenas ensaiando candidaturas a vereador (a) e outros blefando, hoje com muitos nomes é algo fora da realidade pela ótica da população. Por outro lado, os dados da pesquisa apontam que não há candidatos que podem se considerar eleitos antes da hora”.

Na pesquisa espontânea, o prefeito Jeová aparece com 9,5%, em primeiro lugar, o ex-prefeito Antônio Leonardo aparece em 2º, com 7,3%, e o empresário Toninho Barbosão em 3º lugar, com 5,9%. Os outros citados são: Aracely 4,9%, Lídia Jordão 1,5%, João Bosco 1,2% e Mateus Vaz, Juninho da Farmácia, Edna Castro e Miguel Júnior, com menos de 1% cada.

Na análise de Julusi, a pesquisa espontânea já mostra que a briga deverá ficar entre os três principais postulantes ao cargo de prefeito, que são Toninho Barbosão, Jeová e Toninho Leonardo; correndo por fora, vem o deputado Aracely. Julusi afirma que, para vencer uma eleição, é preciso três forças essenciais que são: grupo político, capacidade financeira e voto. Ele ainda frisa que esses três itens precisam estar juntos. O candidato que tiver apenas um dos três itens certamente perderá as eleições.

Já no cenário estimulado, que é o momento em que a ContraPonto apresenta nomes aos entrevistados, Toninho Leonardo passa a primeiro com 20,5%, em seguida vem o prefeito Jeová, com 13,4% e depois, empatados, Toninho Barbosão e Aracely de Paula, com 12,2% cada um. Bem atrás vem Lídia Jordão com 4,4%, depois João Bosco, com 2,7%, Miguel Júnior 2,4%, Juninho da Farmácia e Edna Castro, com 2,2%, dr. Wellington Cardoso, com 1,5%, Mateus Vaz, Leandro Haddad, Ricardo Chaer, Ricardo Guimarães, Sérgio Chaer e Ricardo Lafetá tiveram menos de 1% cada.

Este é o primeiro resultado. A partir dessa pesquisa, veremos como as candidaturas se movimentarão no tabuleiro deste xadrez, que é a eleição 2012 em Araxá. “O que vemos é um cenário onde qualquer um dos nomes aferidos pode vencer as eleições. Tudo vai depender da junção dos pré-candidatos com a soma dos itens essenciais”, afirmou Julusi.

Pensando em discutir o tema eleições com mais detalhes e conteúdo, o Jornal Interação e a ContraPonto buscarão uma parceria com a UNIARAXÁ para que seja realizado, em Araxá, um seminário eleitoral para se discutirem estratégias e legislação eleitoral, em breve. Na oportunidade, Luciano Julusi lançará o livro “Pesquisa Eleitoral – A Chave do Segredo”, um livro que conta detalhes de uma pesquisa eleitoral e traz muitas informações sobre o tema.