Destaque »

Bem Brasil Alimentos é nomeada uma das melhores empresas para se trabalhar no Brasil

12 de dezembro de 2019 – 12:53 |

A Bem Brasil Alimentos S/A, a maior indústria de batata pré-frita congelada do país foi reconhecida como umas das melhores empresas para se trabalhar no Brasil, segundo o relatório elaborado pela revista VOCÊ S/A em parceria com …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Saúde

Araxá intensifica combate à dengue

Números de quase 500 notificações e de 113 casos confirmados da doença preocupam o setor de Zoonoses de Araxá

O setor de Zoonoses de Araxá está reforçando sobre a importância de se eliminar o mosquito do Aedes Aegypti nas residências. Ações de mutirão estão sendo realizadas. O primeiro local que recebeu a visita dos representantes do Poder Público foi a matinha que fica atrás do Hospital Casa do Caminho, na manhã desta quarta-feira, 25. Segundo levantamentos feitos pela Vigilância Sanitária, a cidade de Araxá tem, até agora, 499 notificações e 113 casos confirmados, sendo que o maior foco do mosquito se encontra no bairro São Geraldo.

O coordenador da Vigilância em Saúde, José Renato da Silva Júnior, explicou que a dengue começou mais cedo em todo o Brasil com o verão mais chuvoso, além do normal. “Esse período que a gente fala chuva-sol, chuva-sol é um período propício para eles [mosquitos], porque quando a gente joga o abate, que é um inseticida para matar o mosquito, vem a chuva e lava. Aí, no outro dia, aquele local está propício de novo para um próximo criadouro. Como Araxá é uma cidade turística e recebe muitas pessoas de fora, às vezes elas vêm para cá e acabam deixando o mosquito infectado. Essa proliferação começou com muito local sujo com água parada”, colocou.

Segundo ele, essas 499 notificações são referentes a um procedimento normal feito com pacientes suspeitos de dengue. “Quando o paciente chega, ele tem que ser notificado. Tendo dois tipos de sintomas, tem que fazer essa notificação. Dentro dessa notificação, a gente vai investigar se aquele caso procede ou não, porque, no sétimo dia, vai ser coletada a sorologia [estudo científico do soro sanguíneo], enviada para a Funed [Fundação Ezequiel Dias], em Uberaba, no laboratório macrorregional. O exame é feito pelo SUS, não tem custo, e chega à casa do paciente dentro de 10 a 15 dias, enviado pelo setor de Vigilância em Saúde”.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Patrícia Auxiliadora da Silva, essa preocupação com a dengue já se tornou realidade em Araxá. “Nós estamos aqui na matinha atrás da Casa do Caminho e percebemos que temos muito acúmulo de lixo jogado pela população e dificuldade de acesso dos agentes nessa matinha e também nas residências. Às vezes, tem gente que trabalha de manhã e deixa a casa fechada. Estamos trabalhando aqui como contrapartida para sensibilizar a população”, disse.

Patrícia também adiantou que Araxá receberá uma força-tarefa do Estado entre os dias 7 e 18 de maio. “O objetivo é que esses homens da Funasa [Fundação Nacional de Saúde] estejam aqui em Araxá disponibilizando as ações para esse combate à dengue nas limpezas dos quintais, nas casas, na conscientização, na mobilização da população no combate à dengue. Por isso, o Estado está somando conosco”, acrescentou.

O presidente do Conselho Municipal de Saúde, Elias Pedro Vieira, comentou que o Poder Público sozinho não consegue controlar a dengue e incentivou a participação de todos os moradores. “Nós temos que focar nas ações individuais, cada um cuidando de sua residência, não fechando as casas durante a passagem do fumacê. Temos constatado que as pessoas fecham as portas e as janelas e o produto aplicado no ar não consegue entrar no local. Além disso, o pessoal sai para trabalhar e deixa suas casas fechadas, moradores que se mudaram daqui deixando suas residências fechadas com piscina, isso é muito sério, e o acúmulo de lixo. A dengue se controla com ações do governo, mas também dos moradores”, finalizou.

Nesse mesmo dia, as áreas II e III também receberam a visitação dos profissionais da saúde. Outros locais do município serão visitados. Para saber sobre o agendamento dessas visitas, é só entrar em contato pelo número 3691-7077.