Destaque »

Representantes da OAB se reúnem com Vereadores na Câmara

19 de junho de 2018 – 0:41 |

Na tarde da última segunda-feira (11), o Plenário Vereador Guilherme Gotelip Neto recebeu Vereadores, imprensa e diversos advogados do Município de Araxá para uma Audiência Pública. Ainda participaram membros da Diretoria da 33ª …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +

Miguel Júnior assume novamente a Prefeitura de Araxá

O presidente da Câmara Municipal de Araxá, vereador Miguel Alves Ferreira Júnior (PMDB), recebeu intimação da Justiça Eleitoral, na última quarta-feira, 11, e assumiu provisoriamente a prefeitura Municipal de Araxá. A assinatura do termo de posse feito por intermédio da Justiça Eleitoral de Araxá aconteceu às 13h, no Plenário Vereador Guilherme Gotelip Neto. Na ocasião, o vice-presidente Amilton Marcos Moreira assumiu, também de forma interina, a presidência do Legislativo Municipal. O prefeito interino anunciou que ficará no gabinete da Rua Presidente Olegário Maciel e não no Instituto Colombo, como da primeira vez. Ao contrário do que aconteceu durante a primeira interinidade, ele afirmou que promoverá algumas mudanças no quadro de servidores do Poder Público. Segundo ele, as mudanças são pontuais e serão executadas para o bom andamento da máquina administrativa.

Miguel Júnior assumiu a Prefeitura de Araxá interinamente em substituição ao prefeito Jeová Moreira da Costa (PDT), que teve o seu mandato cassado, juntamente com a vice, Edna Castro, pelo Tribunal Regional Eleitoral. O prefeito interino ficará no cargo até que o TRE possa refazer o reprocessamento dos votos das eleições de 2012 e realizar a diplomação de Aracely de Paula (PR) e Lídia Jordão (PP) como prefeito e vice, respectivamente, por terem ficado em 2º lugar nas eleições de 2012. O prazo para todo este processo é em torno de 15 dias. Cabe ainda, ao prefeito Jeová, recorrer no Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília, no prazo de três dias, para que consiga uma liminar para retornar à prefeitura. Caso Jeová consiga a liminar para retornar ao cargo de prefeito, todas as mudanças serão desfeitas, e Miguel retornará para a Câmara Municipal, até que o mérito seja julgado em última instância no TSE.