Destaque »

Brasil ganha da Costa Rica no segundo jogo por 2 a 0

22 de junho de 2018 – 20:02 |

A tônica mundial é a Copa do Mundo 2018, na Rússia, que teve início com uma goleada espetacular do time da casa diante da Arábia Saudita pelo placar de 5 a 0. Outros resultados surpreendentes …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Diversos

Fórum Comunitário recebe representantes da Copasa


No último dia 9, os representantes da Companhia de Saneamento do Estado de Minas Gerais (Copasa) estiveram presentes no Fórum Comunitário, tradicionalmente realizado às segundas-feiras na Casa da Cidadania Deputado Carlos José Lemos. O objetivo do fórum foi esclarecer os serviços prestados pela empresa em Araxá. Vereadores, presidentes de associações de bairros e líderes classistas marcaram presença.

Durante o fórum, os vereadores e a plateia tiveram a oportunidade de fazer suas indagações. A presidente da Associação de Bairros do Novo São Geraldo, Armando Santos e Leblon, Laudicéia Batista dos Santos, disse que há oito anos, na rua Manoel Camargo, existe um esgoto a céu aberto. “Não é só em período de chuva. Se vocês forem lá ver é um mau cheiro terrível. Não temos nenhum tipo de resposta. Queremos uma solução, pois está nos incomodando muito”, disse.

O gerente da Divisão de Obras, João Batista, informou que a direção da Copasa daqui de Araxá se reúne mensalmente com a Prefeitura e vai verificar o que pode ser melhorado especificamente nesse serviço reclamado por Laudicéia.

O diretor da região Sudoeste da Copasa, Paulo Fernando Lopes, revelou que uma das maiores reclamações da comunidade é em relação à recomposição de pavimento. “Já existe uma iniciativa da Copasa, em sintonia com o município, de ter uma forma de melhorar essa prestação de serviços que é de responsabilidade da Copasa, e o município nos cobra muito. Toda vez que a gente faz uma interferência no asfalto, que precisa de recomposição e ela não é bem feita, existe uma cobrança para que a Copasa refaça esse serviço, que é de responsabilidade dela”, comentou.

De acordo com Paulo Fernando, a taxa cobrada pelo tratamento do esgoto deve ser reajustada em junho, quando a unidade central atingir determinado percentual de remoção de matéria orgânica.“A tarifa da Copasa é única no Estado. Hoje o percentual de cobrança pelo serviço de coleta, transporte e manutenção do esgoto em Araxá é de 45% em relação à tarifa de água. Quando tiver o tratamento completo, essa tarifa passa para 75%, mas todos deverão ser avisados com trinta dias de antecedência pela Copasa”, explicou.

O chefe do Departamento Operacional Oeste da Copasa (DPOE) daqui da cidade, Faissal Emílio Dabien Haddad, avaliou positivamente a maneira como o Fórum Comunitário foi desenvolvido. “É de fundamental importância esse fórum para a Copasa estar atenta às reivindicações da comunidade e da Câmara Municipal. Isso é muito relevante e contribui para o desenvolvimento do nosso serviço, que é público”, finalizou.