Destaque »

Comandante da Capitania Fluvial de Minas Gerais visita Araxá

20 de fevereiro de 2020 – 19:24 |

A Capitania Fluvial de Minas Gerais, com sede em Belo Horizonte desde dezembro de 2018, está ampliando sua área de atuação e deve instalar unidades no Triângulo Mineiro e região do Rio Paranaíba. No …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Destaque

Programa Ver Minas chega em Araxá

   O Programa Ver Minas etapa Araxá, foi lançado ontem, 10, no Estacionamento do Estádio Fausto Alvim, para atender a população de Araxá e região. Estiveram presentes, o prefeito Jeová, o deputado Bosco, autoridades e convidados.

O objetivo do programa é realizar consultas, exames e cirurgias oftalmológicas para diagnosticar e reduzir a prevalência da catarata e de outras doenças oculares em pessoas acima de 50 anos. O programa acontece entre os dias 11 a 16 de Abril, e beneficiará além da cidade de Araxá, toda a micro região, incluindo as cidades de Campos Altos, Ibiá, Pedrinópolis, Perdizes, Pratinha, Santa Juliana e Tapira.

O atendimento, é realizado em duas carretas, uma equipada com consultório oftalmológico e sala para exames e a outra com uma sala cirúrgica. As unidades têm capacidade para realizar, por dia, cerca de 800 consultas, 3,2 mil exames e 250 cirurgias e contam com médicos oftalmologistas especialistas.

Para ter acesso ao atendimento, o cidadão, com idade superior a 50 anos, deverá apresentar o Cartão Nacional de Saúde, um documento de identidade e passar pela triagem para realizar a consulta e os exames preliminares. Caso seja identificada a necessidade de cirurgia, o paciente é encaminhado, no mesmo dia, para realizar o procedimento, podendo receber óculos para proteção, os medicamentos necessários (colírio), receita e orientações quanto aos cuidados a serem adotados.

Com a iniciativa, o Governo de Minas busca diagnosticar e reduzir a prevalência da catarata e de outras doenças oculares na população mineira que estão dentro da faixa etária priorizada pelo programa. A doença é considerada como a maior causa de cegueira curável no mundo e está relacionada a cerca de 48% dos casos de perda de visão. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE/2010), em Minas, mais de 4 milhões de pessoas estão com idade acima de 50 anos, faixa etária considerada de risco para início da doença.