Destaque »

Brasil ganha da Costa Rica no segundo jogo por 2 a 0

22 de junho de 2018 – 20:02 |

A tônica mundial é a Copa do Mundo 2018, na Rússia, que teve início com uma goleada espetacular do time da casa diante da Arábia Saudita pelo placar de 5 a 0. Outros resultados surpreendentes …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Cultura, Educação

Parceria Cetec-Senai visa expansão e inovação para o setor industrial

 Os deputados da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia conheceram as instalações do Cetec e os novos projetos.

A Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia da Assembleia, presidida pelo deputado Bosco (PTdoB), visitou no último dia 29, a Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais, (Cetec). A visita acontece depois de duas audiências públicas realizadas na Assembleia, com o objetivo de expor a importância do centro para o fomento do setor industrial mineiro.

A passagem pelas instalações foi precedida por uma reunião, que também contou com a presença dos deputados Carlin Moura e Paulo Lamac, do presidente do Cetec, Marcílio César de Andrade, do presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Olavo Machado Júnior, do diretor regional do Serviço Nacional de Indústrias (Senai), Lúcio Sampaio e de gerentes e coordenadores dessas instituições.

O assunto central da reunião foi o convênio de cooperação celebrado entre o Cetec, o Senai e a Fiemg, com a intermediação do governo de Minas pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. O projeto Cetec-Senai, como é conhecido, tem o objetivo de ser um conector entre universidade e indústria, buscando a promoção do desenvolvimento das indústrias mineiras.

A proposta é a relação entre Cetec-Senai apresente soluções tecnológicas, concebidas a partir do conhecimento gerado nas universidades para o suprimento da demanda de produção de bens e serviços da indústria. Para isso, serão investidos cerca de R$200 mi entre 2012 e 2014, conforme afirmou o presidente da Fiemg, Olavo Machado Júnior.

O convênio de cooperação produzirá maior competitividade socioeconômica além do fortalecimento do estado. O deputado Bosco destacou que essa parceria [entre Cetec, Senai, Fiemg e governo] tem longo prazo. “Essa parceria está agregando conhecimento intelectual e colocando Minas Gerais na vanguarda do desenvolvimento tecnológico no Brasil”.

Bosco ainda comentou que Minas precisa ser mais que um estado exportador de matéria-prima, e isso só será possível com o aprimoramento tecnológico. “Nós precisamos agregar valor à matéria-prima que exportamos por meio da tecnologia, não só para a indústria mineira, mas também para a do Brasil e, quem sabe, daqui a pouco estaremos exportando, também, tecnologia para outros países”, finalizou o parlamentar.