Destaque »

Fiscais da Vigilância Sanitária de 8 cidades participam de oficinas em Araxá

21 de maio de 2019 – 16:42 |

Os profissionais que trabalham com fiscalização no setor de Vigilância Sanitária na Microrregião do Planalto de Araxá se reuniram no último final dee smeana.  Nos encontros as equipes participaram de oficinas onde …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +

Tudo igual para a grande decisão do Amador

Vila e GREI empatam sem gols, no Fausto Alvim, e seguem em igualdade para a grande final

Tempo agradável, com uma pequena garoa, no último domingo, 24, mas foi sobre um gramado encharcado e sob um pouco de frio, no Estádio Municipal Fausto Alvim, que se deu o clima da decisão. As duas equipes encontraram grande dificuldade de apresentar seu futebol de toque de bola e rapidez que demonstraram durante todo o campeonato. O Vila Nova mal conseguiu se manter com a bola. Sempre com chutões e trombadas, tentou chegar ao gol do adversário, mas sem nenhuma eficiência. É uma equipe leve, que conduz bem a bola, mas, na maioria das vezes, ficou parada nas poças d’água, devido ao gramado bastante alagado. Enquanto a zaga aliviava com chutões para frente, o meio-campo tentava criar alguma coisa com trombadas. Restou aos rápidos atacantes, Victor e Bebeto, pegarem alguma bola espirrada para tentar chegar ao gol, mas sem nenhuma eficiência.

GREI teve a posse da bola na maior parte do tempo, mas esbarrou nas mesmas dificuldades que o Vila, o gramado. Tocando a bola de lado, não agrediu a equipe tricolor, mas mostrou uma forte marcação. Não dando espaço, a zaga pouco trabalhou, pelas circunstâncias da partida. O meio venceu a briga com o adversário, mas não teve criatividade para acionar seus atacantes, que lutaram muito, mas acabaram esbarrando na boa atuação da zaga adversária, que não brincou na hora dos chutões. Destaque para o meia Daniel, que, em alguns momentos de lucidez, deu velocidade à partida, ajudou a defesa, tentou armar e, sem muita eficiência, foi o homem surpresa no ataque para tentar abrir o marcador.

O trio de árbitros teve uma atuação impecável. João Mariano (Bozó) e seus auxiliares, Paulo César e Sérgio Maurício, conduziram muito bem a partida. João distribuiu os cartões na hora certa e expulsou justamente o lateral Kamu, deixando o jogo fluir, na medida do possível.

Aos 16 minutos, Anderson aproveita uma bobeira da meia-cancha do GREI, lança Victor, que vai á linha de fundo e cruza para Bebeto, que domina, tira seu marcador, mas bate fraco; o goleiro Túlio defende com segurança. Trinta minutos, Dalmer escora para Vertinho bater forte, o Volante Ciel desfia no meio do caminho, e a bola sai pela linha de fundo.

O segundo tempo não foi diferente do primeiro. Sem emoções e bastante truncado no meio-campo, aos 16 minutos, Princesa arrisca da intermediária, mas a bola passa por cima da meta de Ricardo.

As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo domingo, 1º, às 11h, no Estádio Municipal Fausto Alvim. Uma vitória simples dá o título para ambas as equipes. Agora, se houver novo empate, a decisão será na cobrança de pênaltis.

 

Ficha Técnica

GREI 0 x 0 Vila Nova

GREI: Tulio, Lucas Manguinha, Carezato, Zé Augusto, Kamu, Ciel, Cristiano (Princesa), Daniel (Mamão), Wastim (Josiel), Caceba (Farley) e Diego (Netinho). Técnico: Fernandinho.

VILA NOVA: Ricardo, Paulo André (Vinicius), Anderson, Piriá, Rafael Lemos, Eder, Monstrinho (Hermano), Dalmer, Vertinho (Gordinho), Bebeto e Victor. Técnico: Wellington.

Cartões Amarelos: Lucas Manguinha, Kamu, Caceba e Farley, pelo GREI; Paulo André, Anderson, Monstrinho e Vertinho, pelo Vila Nova.

Cartão Vermelho: Kamu, pelo GREI

Árbitro: João Mariano

Auxiliares: Paulo César, Sérgio Maurício e Edilson José

Representante: Tatiana do Carmo