Destaque »

Ganso empata com Valeriodoce e continua no G4

24 de setembro de 2018 – 19:49 |

Em partida válida pela décima rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro da Segunda Divisão, versão 2018, chancelado pela Federação Mineira de Futebol, na manhã do último  domingo, dia 23 de setembro, o time do …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +

Uniaraxá recebe audiência da Assembleia Legislativa

Deputados e convidados comentaram sobre a importância do Uniaraxá para o Ensino Superior do Alto Paranaíba.

O trabalho do Centro Universitário do Planalto de Araxá (Uniaraxá) para o desenvolvimento da Educação Superior no Alto Paranaíba foi comentado durante audiência pública da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). A reunião ocorreu no Tribunal do Júri do campus do centro universitário, na tarde desta segunda-feira, 26. O evento foi solicitado pelo presidente da comissão, deputado Bosco (PT do B).

O presidente da ALMG, deputado Dinis Pinheiro (PSDB), destacou que o Estado é desafiado a fazer justiça social e levar educação de qualidade a todos os cidadãos. “A Assembleia não para de caminhar, está sempre visitando, debatendo e interiorizando suas ações em todo o Estado de Minas Gerais e hoje, de uma maneira especial, vindo aqui na cidade de Araxá para participar desse grande debate, que é o esteio de qualquer caminho que possa nos levar ao progresso”, comentou o presidente da ALMG.

O reitor do Uniaraxá, Valter Gomes, salientou que o número de estudantes na instituição vem crescendo. No primeiro semestre de 2011, o Uniaraxá contava com 2.300 alunos, e, no mesmo período deste ano, já tem 2.429. O centro universitário privado surgiu a partir da Fundação Cultural de Araxá, criada por lei municipal, em 1972. A Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, primeira unidade de Ensino Superior da cidade, obteve autorização de funcionamento em agosto de 1973. Na década de 1990, a instituição cresceu e se transformou nas Faculdades Integradas do Alto Paranaíba. Em maio de 2002, por meio de decreto estadual do então governador Itamar Franco, o Uniaraxá alcançou sua atual configuração, transformando-se em centro universitário.

Conforme Valter, o Uniaraxá conta com mais de 20 cursos, entre licenciaturas, bacharelados, cursos tecnológicos e pós-graduação, e busca desenvolver ações ligadas à responsabilidade com a comunidade. Entre os projetos citados estão a política de apoio aos estudantes mais pobres, as iniciativas de inclusão digital, o núcleo de práticas jurídicas e o incentivo ao esporte paraolímpico. O reitor também citou que o curso de Engenharia Civil será uma das novidades no vestibular de junho.

“Às vezes, a pessoa enxerga uma instituição de Ensino Superior apenas como uma oportunidade de profissionalização, fazer um Curso Superior. A instituição acaba influenciando diretamente na economia do município e da região seja através dos profissionais que ela contrata, da movimentação, por meio dos reflexos dessa qualificação na economia local e regional e no que tange, também pelo atendimento a projetos sociais”, colocou Valter.

Governo de Minas acredita no potencial de Araxá na educação

O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Nárcio Rodrigues, afirmou que Minas Gerais conta com 475 instituições de Ensino Superior, entre públicas e não públicas, sendo 11 universidades federais e duas estaduais. De acordo com ele, o Governo de Minas tem trabalhado com três vertentes para ampliar o acesso às vagas no Ensino Superior, sendo que, em uma delas, o Uniaraxá está inserido. “Essa vertente é o diálogo que o governo tem promovido com instituições não públicas que oferecem ensino de qualidade. Naturalmente uma cidade como Araxá tem uma atenção toda especial para esse assunto porque o polo do planalto de Araxá tem hoje na presidência da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia, o filho da terra que vem se preocupando com o tema, o deputado Bosco”, contou.

“Esse esforço é de fundamental importância para que nós, juntos, possamos discutir de que forma fazer uma grande estratégia para Minas, mas particularmente, que contribua para que Araxá tenha, no futuro, um ensino superior público gratuito”, acrescentou.

O deputado Bosco afirmou que o município precisa de faculdades públicas para que toda a demanda do Ensino Superior no Alto Paranaíba possa ser atendida. De acordo com Bosco, alguns ainda se deslocam para Uberaba (Triângulo) para se formarem. “É necessária uma ação conjunta para que o município seja um polo educacional de fato. Em vez de discutirmos transporte para outras cidades, precisamos debater o fortalecimento do Uniaraxá e a instalação, em Araxá, de uma universidade pública”, finalizou.