Destaque »

Romeu Zema defende inclusão de Estados e municípios na Reforma da Previdência

16 de julho de 2019 – 11:41 |

O governador Romeu Zema avaliou positivamente,  a aprovação em primeiro turno do texto-base da Reforma da Previdência pela Câmara Federal. Zema defendeu ainda, que Estados e municípios sejam incluídos na proposta, que ainda será analisada …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +

Cruzeiro ganha na Vila e pode ser campeão já na próxima rodada

Com um golaço do meia Everton Ribeiro, o Cruzeiro derrotou o Santos por 1 a 0, neste domingo, na Vila Belmiro. Assim, o time mineiro chegou aos 68 pontos em 32 partidas disputadas no Brasileirão e, cada vez mais tranquilo na liderança, pode ser campeão antecipado já na próxima rodada, quando recebe o Grêmio no Mineirão.

O Santos, por sua vez, somou apenas a sua segunda derrota na Vila Belmiro desde agosto do ano passado – a outra foi para o Botafogo, pela 21ª rodada desta edição do Brasileirão, em setembro. E, com isso, ficou estacionado nos 44 pontos, praticamente fora da disputa por uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem.

Pela primeira vez desde que assumiu o cargo, em 31 de maio, o técnico Claudinei Oliveira repetiu a escalação do time em duas partidas seguidas, mantendo a formação do empate por 1 a 1 contra o Corinthians. Além disso, o Santos comemorou uma data especial neste domingo, quando o zagueiro e capitão Edu Dracena completou 200 jogos pelo clube.

Mas foi o Cruzeiro quem mostrou maior disposição para comemorar. Mesmo na Vila Belmiro, o time mineiro controlou as ações do jogo no primeiro tempo, criando as melhores chances. Aos 18 minutos, por exemplo, o forte chute do meia Everton Ribeiro só não foi para o gol porque o zagueiro Gustavo Henrique usou a cabeça para desviar no meio do caminho.

O Cruzeiro voltou a ameaçar aos 24 minutos, quando Nilton pegou a sobra na área e chutou para fora. A melhor chance cruzeirense, porém, foi aos 29. Ricardo Goulart fez uma bela tabela com Borges e saiu na cara do goleiro Aranha, mas errou a finalização Do outro lado, o Santos levou perigo aos 39: o lateral Ceará tentou afastar e quase marcou gol contra.

Claudinei Oliveira resolveu mexer no ataque santista durante o intervalo, colocando Victor Andrade no lugar de Willian José. Mas não deu muito tempo para ver se a mudança teria efeito. Aos nove minutos, Everton Ribeiro fez fila na defesa adversária, passando por Mena, Alison e Gustavo Henrique antes de chutar no canto de Aranha e marcar um golaço.

Em desvantagem no placar, Claudinei Oliveira fez outra troca no ataque. Dessa vez, tirou Everton Costa e colocou Geuvânio, de apenas 21 anos, para fazer dupla com Victor Andrade, que tem 18 anos. Mas, mesmo com os dois garotos na frente, o Santos não conseguiu ameaçar o goleiro Fábio. O Cruzeiro, por sua vez, jogou com tranquilidade, tocando a bola.

O técnico Marcelo Oliveira ainda colocou o meia-atacante Júlio Baptista no lugar do centroavante Borges, para valorizar mais o toque de bola e também ganhar velocidade no contra-ataque. E foi ele quem fez o cruzamento para Everton Ribeiro aos 26 minutos, mas o chute do meia passou perto da trave, em mais uma ótima chance desperdiçada pelo Cruzeiro.

O Santos conseguiu ameaçar aos 33 minutos, quando Geuvânio acertou um belo chute de fora da área e Fábio fez a difícil defesa. Mas não passou disso. O Cruzeiro soube controlar o jogo, chegou a perder uma chance incrível com Elber, que tinha acabado de entrar no lugar de Dagoberto, e conseguiu a vitória na Vila Belmiro, ficando ainda mais perto do título.