Destaque »

Ganso empata com Patrocinense e garante vaga na semifinal da Segundona

14 de outubro de 2018 – 0:07 |

Terminou agora a pouco, ( sábado,dia 13 de outubro de 2018), a partida entre Patrocinense e Araxá Esporte, no estádio Júlio Aguiar, na cidade de Patrocínio, pela última rodada da fase de classificação do Campeonato …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Cultura

“Mulheres Alteradas” será apresentado em Araxá

A campanha “Vá ao Teatro”, através do Ministério da Cultura e CBMM, traz para Araxá a peça “Mulheres Alteradas”. O espetáculo será apresentado no dia 30 de setembro, às 20 horas, no Teatro Municipal de Araxá.

Um dos maiores fenômenos editoriais do Mundo, o texto é a adaptação de cinco volumes de ‘Mulheres Alteradas’, da chargista e cartunista Maitena e já foi visto desde sua estréia por mais de 180 mil pessoas.

O texto de Andrea Maltarolli, novelista da TV Globo, que faleceu em 2009, com colaboração de Bernardo Jablonski. No elenco, as atrizes Tania Alves, Flávia Monteiro e Giovanna Velasco interpretam três amigas. Daniel Del Sarto completa o elenco, interpretando vários personagens masculinos, sem nomes definidos e repletos de personalidades.

Lisa (Flávia Monteiro) é separada do marido, mãe de um único filho, inteligente, com preocupações fúteis, porém, em crise por conta de um nódulo que apareceu em um dos seios; Alice (Giovanna Velasco) é uma mulher solteira, vive no “mundo da lua”, mas não desiste de encontrar o seu grande amor; já Norma (Tania Alves) é uma executiva pragmática, casada, com dois filhos e, agora, se depara com a terceira gravidez.

O Brasil é o primeiro país a exibir uma adaptação da obra de “Mulheres Alteradas” para o teatro. Os direitos foram cedidos à produtora Manhas & Manias de Eventos, que tem como produtor e sócio, o ator Maurício Machado, conhecido de trabalhos na TV, como ‘Alma Gêmea’, ‘Cidadão Brasileiro’, ‘Cama de Gato’ e ‘Cordel Encantado’ e atualmente em cartaz na cidade como ator no espetáculo ‘Batalha de Arroz num Ringue para Dois’ no Teatro Vannucci.

Maitena negou a venda dos direitos de sua obra ao cineasta Pedro Almodóvar. A autora também não concedeu os direitos a produtores de cinema do México e dos EUA. Os palcos da Argentina, Espanha e México também não foram contemplados.  Mas por conta do sucesso do Brasil, a mesma produção brasileira já estuda propostas de implantar o espetáculo em alguns países, e os direitos para o cinema também já foram negociados com a 02 filmes e co-produção com a manhas  & manias de eventos, em breve o público também poderá ver a obra nas telas.

A peça mapeia o discurso sobre a feminilidade presente no mundo contemporâneo dessas mulheres, assoladas por cobranças e demandas desgastantes e, às vezes, quase impossíveis de atender simultaneamente: trabalhar o dia todo, dentro de casa, serem mães maravilhosas, amantes insuperáveis e manter as boas formas física e estética. Isso, sem contar com a necessidade de ostentar uma vida emocional serena, equilibrada, a toda prova.